sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Caso da revista MAD: E o desespero da mídia começa a cansar [Update]

Pin It
Chega uma hora em que o desespero do PIG - que antes até nos fazia rir - começa a cansar e irritar.

A criação incessante de mentiras e factóides do PIG já está dando nos nervos. A mídia não se limita a denfeder apenas o DemoTucanato, faz questão de tentar criar factóides contra Dilma, PT e a Esquerda em geral. É incessante. E está beirando o ridículo.Aliás, já ultrapassou o ridículo! O PIG não tem qualquer argumento factível para desmontar o governo, para bater no governo.

A questão é bem simples, o governo atual e o de FHC (DemoTucano) tem marcantes semelhanças. Neste ponto, o que pode o PIG fazer? Criticar o que antes elogiava?

Na verdade, vez ou outra fazem isto mesmo, vejam o caso do PNDH-3 ou em muitos aspectos a política econômica que até mesmo Mirian Leitão tenta criticar mas começou a notar que está fazendo papel de palhaço.

Nos pontos em que o atual difere do governo FHC é um sucesso. Bolsa Família, PROUNI... Por mais que eu discorde de alguns aspectos dos programas, não posso deixar de reconhecer seus méritos.

O PIG simplesmente não tem como bater. E, quando tenta, faz papel ridículo e desce o nível, como no caso da ficha falsa da Dilma, no caso da Ditabranda.

O desespero é tanto que começam até a se desmascarar, a demonstrar que, de fato, tem imensa saudade da ditadura, quando reinavam incontestes e seus donos enchiam os bolsos - hoje perdem ibope, diminuem tiragem, são duramente desmascarados pelos blogs, pela realidade...

Se o PIG fala do suposto apagão - que seria culpa do governo - temos o apagão - este sim de verdade - e o racionamento de FHC. Como golpe de misericórdia, enquanto a mídia ainda tentava capitalizar em cima deste episódio, caiu o Rodoanel.

PIG tenta barrar o PNDH-3 e se dá mal com a história: Os dois primeiros PNDH's foram criação DemoTucana.

PIG tenta, ainda, desqualificar a Dilma, chamá-la de terrorista e etc mas esbarra na verdade, no reconhecimento de que lutar contra a Ditadura é ato heróico e, neste caso, a Folha perde assinantes devido aos protestos convocados contra ela e boicotes.

PIG tenta capitalizar no Mensalão do PT, querendo pintar um quadro de honestidade por parte do DemoTucanato e logo vem o Mensalão do DEM, vem a cassação do Kassado...

Exemplos são vários. Inesgotáveis. A cada dia o PIG surge com um novo factóide, com uma nova tentativa de derrubar o governo - já que não tem como puxar votos pro DemoTucanato por suas realizações (cof, cof) - e rapidamente seus argumentos - falsos - são desmascarados e derrotados.


A nova, agora, é o caso da revista MAD.

A revista, em eu blog, acusou a Panini de ter supostamente censurado a capa da edição de número 23 que teria a Dilma na capa e críticas ao governo Lula. De uma acusação de uma revista humorística - de cara é impossível saber se a acusação é séria ou só uma brincadeira típica - contra a Panini, sua editora, o PIG rapidamente montou o circo.

Agora foi o governo Lula quem mandou censurar a revista!

A má fé é clara.
"A notícia teve enorme repercussão no Twitter. O músico Roger Moreira (Ultraje a Rigor) escreveu: “Não é o primeiro exemplo de censura deste governo.” O ator Ary França fez coro: “Agora só falta você votar na Dilma, e endossar de vez o stalinismo!”. O humorista Rafael Cortez, do CQC, analisou: “Não sei o que o governo ganha censurando a MAD. Estar numa capa popular com Alfred E. Neuman é uma das maiores honras que Lula e Dilma podem ter”.
Percebendo o impacto da notícia, a revista acrescentou, no final da manhã de quinta-feira, uma “nota esclarecedora” no blog, informando que não foi censurada pelo governo. “Você acha mesmo que os caras se importam com a MAD? É uma espécie de ‘autocensura’ covarde. A MAD é uma revista de humor e tem o direito de brincar com todas as figuras políticas do Brasil, pois isso ajuda as pessoas a desenvolverem seu senso crítico.”
Procurado pelo blog, o editor da revista, Raphael Fernandes, esclareceu que a capa com Dilma foi vetada pela direção da editora Panini, que publica a “Mad”. Por volta das 16hs, o post de Fernandes no blog da revista "Mad" foi apagado. O blog entrou em contato com a assessoria de imprensa da Panini às 14hs. Três horas depois, a editora informou: "A Panini esclarece que, com relação à questão da capa da edição 23 da revista MAD, as decisões sobre a publicação das capas fazem parte de processos internos da empresa, não se tratando de qualquer tipo de censura ou veto."
CQC's, Olavates e DemoTucanos de primeira hora não tardaram em implicar o governo na piada, o que foi desmentido pelo próprio editor da revista! O que, obviamente, não importa para o PIG em geral, que faz de tudo para capitalizar e ter alguma munição.

O desespero começa a cansar. O que será que o chefe do Rafael Cortez, o nosso querido DEMO juvenil @Marcelotas, acha disso tudo? Deve estar orgulhoso, não?

Até mesmo algo tão irrelevante quanto uma suposta censura a uma revista humorística vira assunto relevante para os que querem, de toda forma, derrubar o governo e não vêem como através de um jogo limpo.

Ficamos no aguardo de qual será a reposta natural para mais este factóide. Nos últimos tempos a natureza tem se encarregado de responder. Kassab foi Kassado, Arruda está preso, o diretório do DEMO de Brasília foi pro espaço... Será que agora Serra entrega os pontos?

----
Update:

E o PIG foi novamente atropelado. Assim como a farsa do caso da Eletrobrás, que o PHA e o Azenha logo divulgaram como sendo uma piada para acusar o Dirceu - que não é flor que se cheira, mas desta vez não tem culpa no cartóiro - o caso da MAD se resolveu em 24 horas. Mais um factóide midiático foi por água abaixo! Esta fácil demais! Sequer precisamos nos mobilizar para derrubar mais as mentiras, a natureza cuuida de tudo!

E eles continuam tentando. Macaco Simão deve ter mais material do que nunca! Qual será o próximo?

No blog da própria revista o responsável, Raphael Fernandes, publicou um post dizendo simplesmente:
"Não é possível que vocês tenham caído nessa!

A CAPA ERA MAIS FALSA QUE DVD DE AVATAR 2!!!"
Ou foi MESMO uma brincadeira inconsequente ou os editores da revista não seguraram o tranco e resolveram fingir que não houve censura alguma por parte da Panini e resolveram dizer que era brincadeira.

De qualquer forma, não importa. Tudo não passou de um factóide, mais um, do PIG interessado em bater n o governo de forma desesperada.

* Obrigado ao Luis Henrique por ter postado o link da "desculpa" da MAD nos comentários do blog
------
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

Luis Henrique disse...

Essa é pra ficar nos anais da História!

O PIG caiu na pegadinha do malandro!

Velho da Montanha disse...

Cara você é muito cupincha do governo e paranóico com esse tal de PIG, aposto que você sonha que um grande PIG entra aqui a noite e apaga suas postagens sorrateiramente.


Além disso você só se faz de inteligente na hora de analisar os ataques reais desse PIG por que quando se trata de uma possível sujeira desse governo de pseudoperários você faz vista grosa e não enxerga nada. Agora mesmo você ta analisando a questão de forma muito superficial.


É óbvio que a Panini fez uma autocensura, quem conhece o mercado de quadrinhos sabe que um dos principais clientes das editoras atualmente é o governo, que compra gibis para estupidificar as crianças nas escolas!!


INCLUSIVE O GOVERNO SERRA!


Como se já não bastasse o Lula falando em futebol o tempo todo e promovendo a ignorância com seu comportamento antileitura de operário cervejeiro, e os professores universotários esquerdistas que transformam nossa juventude em robots repetidores gramscistas maconheiros, blogueiros, gaysistas. Os gibis, de simples entretenimento inocente, passaram a objeto didático!


Ninguem nunca mais vai ler um Dostoiévski, Dante, ou um Hesse, nem mesmo um Kerouac! Tem que ler gibi e ficar burro, virar operário analfa que só faz faculdade pra ter lugar no "mercado de trabalho" e ser um esquerdista patológico. Cultura que é bom, NADA!


A Panini não quer se indispor com o governo, nem o Pseudo-operário nem o TUCANO publicando uma capa dessas e perder clientes em potencial. Por isso a MAD não assume mais um viés político como na época do editor OTA.


Então de certa forma o governo censurou sim, indiretamente, assim como censurou o general que falou a verdade outro dia quando definiu os "herois" da ditadura como uma nesga maldita de classe médias que só queriam tomar o poder pra ter o povo sob suas rédeas. E foi exonerado!


Portanto use a cabeça, o PIG é seu inimigo declarado, mas você tá sendo lacaio de lobos.


E cai em pegadinhas com facilidade uhauahuah


E antes que me acuse de ser direitista, sou anarquista.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Primeiro: Eu não critico o governo? Você pelo visto lê o blog há dois dias. Váriso petistas já me criticaram exatamente pelo contrário.

Não sou petista, não sou lulista... E critico o que merece ser criticado. Simples assim.

Quanto à idéia de que quem lê gibi nunca vai ler nada mais, vai ser burro ou é burro e etc, discordo frontalmente. Já li de tudo, desde Turma da Mônica até a MAD e no meio sempre tem um Dostoiévski e afins.

Revistas em quadrinhos só são imbecilizantes para quem é imbecil.

No mais, não existe isto de "censura indireta". Ou censurou ou não censurou. Se a Panini fez merda é problema dela, se ela achou que ia se dar mal com o público ou com o diabo, problema dela, não do governo.

E não é paranóia alguma, o PIG, Folha, Veja, Globo e afins fazem de tudo para derrubar o governo. Por mais que eu não seja a favor dele na totalidade, é melhor que qualquer DEmoTucano.

Alex Flavio Cerqueira disse...

'No mais, não existe isto de "censura indireta".

Chega a ser cômico. Não existem né?
Porque o garoto Sean voltou pros EUA?
Hã?

cri cri cri.... (grilos)

Flávio Eustáquio Mendes disse...

"A Veja faz de tudo para derrubar o governo".
Então vamos proibir as TVs a cabo porque são "propaganda imperialista".
Distorcido, radical e tortuoso esse raciocínio.
Você é contra a liberdade de imprensa?
Se a Veja tem poder de derrubar o presidente não é porque ela tem alguma credibilidade?
Se fosse um pasquim ninguém daria bola, certo?

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Alex: ME explica uma coisa, o que o caso Sean tem a ver com o caso da Revista MAD? Realmente não entendi.

Flávio: Como foi que você chegou a estas conclusões ridículas? A VEJa é um veículo de extrema-direita que não se limita a veicular sua opinião: Ela MENTE.

Uma coisa é dizer que concorda com isso ou aquilo, outra é fabricar notícias, mentir descaradamente.

Liberdade de imprensa é a liberdade de dar um ponto de vista e admitir, sustentar. Outro caso é o que a VEJa e os jornalões vem fazendo, eles vem apenas mentindo. Isto não é liberdade, é libertinagem.

E, derrubar um presidente é crime. Pregar golpes, criar crises e etc é simplesmente crime.

Postar um comentário