sexta-feira, 30 de julho de 2010

Folha, Chávez e a mídia criminosa

Pin It
Menos que um post, mais que uma nota, apenas um momento de revolta e indignação com um comentário deslocado, desnecessário, mentiroso e manipulador na Folha 23/07 (bela novidade).

RESIDENTE 40 ELEIÇÕES 2010

Dilma critica a mídia por "julgamentos sem provas"
Ex-ministra condena censura à imprensa, mas não fala de Hugo Chávez

Candidata petista leva multa de R$ 2.000 por utilizar um painel de propaganda maior do que o permitido por lei

Reparem bem no destaque em vermelho.

A curiosidade me faz questionar de onde saiu esta citação à Chavez.

Em primeiro lugar, qual seria o sentido de Dilma, falando sobre liberdade de imprensa no Brasil, citar Chavez?

Segundo, considerando que a Venezuela é um país aliado e Chávez, como presidente democraticamente eleito, idem, porque a folha insiste em fazer coro a Serra, que romperia relações com o país?

Terceiro, onde ficou o jornalismo?

Finalmente, quarto, desde quando Chavez defende a censura?

A JUSTIÇA venezuelana fechou a RCTV, rede criminosa que defendeu um golpe de Estado contra Chávez, logo, contra a Venezuela. Só o PIG costuma fazer a eterna confusão entre Estado e Justiça VENEZUELANA e Chávez. Aliás, vamos relembrar os casos de Canais de TV fechados não pela Venezuela, mas pelos EUA, Canadá e etc... Desses países ninguém fala ou aponta o dedo.

Como se vê, não estão acostumados ao funcionamento de uma democracia. A Folha sente saudades de emprestar seus carros para a tortura.

Só no Brasil que uma rede de TV golpista - Rede Globo - permanece funcionando, ou um jornal que defendia com unhas e dentes e a Ditadura e diariamente mente compulsivamente Em outros países existe justiça. Não estão acostumados.
------
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

Robson Fernando disse...

Tsavkko, o link da notícia está errado. Abs

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Tens razão, está corrigido.

robb disse...

Bom, a cara de pau desse povo é imensa e além disso nos tomam por idiotas.

A verdade é que esses meios tradicionais de comunicação de massa estão tão acostumados a manipular notícias e consequentemente opiniões que não se deram conta de que agora o outro lado DE VERDADE está a um clique do mouse.

Continuam nos tomando por otários que éramos teleguiados por seus jornais e tvs que só dão destaque ao que interesse e sempre de forma enviesada.

Quem acredita na imparcialidade de qualquer coisa que um ser humano põe a mão?

Quem acredita na imparcialidade da imprensa aqui no Brasil especificamente?

EU NÃO! E tenho pena de quem acredita.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Imparcialidade é um mito. Mas mesmo na parcialidade existe a ética. O bom jornalismo. Aliás, o bom jornalismo é aquele que toma partido mas de forma clara e ética.

Eu deixo claras minhas posições, minha ideologia e minhas posições. Não escondo, não pago de imparcial e não minto.

É a diferença.

Anônimo disse...

Se a "mídia" é criminosa... pq vc não a processa???

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Você me dá o dinheiro pra brigar com a mídia? E proteção para não me matarem?

Postar um comentário