terça-feira, 20 de julho de 2010

Marina Silva? Só rindo! Ela representa o atraso!

Pin It
Ao ler na Folha que Marina Silva - coitada - se sente vítima de preconceito por ser evangélica, eu fiquei na dúvida: É pra rir... ou pra rir mais ainda?
Em tom de desabafo, ela afirmou ser alvo de "estranhamento" por suas convicções religiosas e relatou um sentimento de "dor e tristeza" por ser vista por alguns como fundamentalista.
"Sinto um certo estranhamento das pessoas. Seria hipócrita se dissesse que não estou sentindo isso neste processo", disse, referindo-se à disputa eleitoral.
Para a senadora, o fato de ser missionária da Assembleia de Deus desde 1997 estaria sendo usado para tachá-la de reacionária:
"Fico triste quando vejo as pessoas acharem que, pelo simples fato de professar a fé cristã evangélica, eu já seria a priori, de forma preconceituosa, uma pessoa limitada, reacionária e conservadora."
Minha resposta à ela é muito simples:
Marina Silva não entende porque é vista, a priopri, como uma pessoa preconceituosa e fundamentalista por ser evangélica. Vamos iluminá-la? Em primeiro lugar, Silas Malafaia, Edir Macedo e RR Soares são nomes que logo vêm à mente e dizem alguma coisa. Em segundo lugar, ser contra o Aborto, Casamento/Adoção por casais homossexuais e pesquisa com células tronco dão mais uma mostra dos ideais progressistas da candidata. Realmente, porque será que ela sofre preconceito?
Marina Silva representa o verdadeiro atraso. Diferentemente de Serra, que todos sabemos quem é e do que é capaz (veja o lixo que se tornou São Paulo durante sua administração [sic]), Marina posa de mudança.

Por mais que a polarização entre PT e PSDB seja nociva, pois escondem projetos alternativos e acabam por, também, criar um ambiente inóspito de denuncismo, vigilantismo e patrulamento, Marina não representa de forma alguma qualquer projeto novo ou diferente.

Seu EcoCapitalismo já nasceu datado. Seu fundamentalismo beirando o medievalismo são de assustar, mas, mesmo assim, muitos fingem não ver. Marina já deixou claro ser contra o progresso. Se opõe à pesquisas com células tronco embrionárias e, fora da religião, não existe qualquer fundamento científico para ser contra tal coisa que pode salvar a vida de milhões de pessoas e ser a cura para doenças terríveis.

A oposição ao aborto da candidata se dá em bases puramente religiosas. Falamos aqui de uma questão gravíssima de saúde pública. Se Marina e seus comparsas acreditam que deus não gosta que guardem para si e não condenem toda a população graças ao seu medievalismo.

O casamento e a adoção por casais homossexuais nem se fala. É apenas o mais velho e conhecido preconceito.

Para os que acreditam que esta seja uma questão menor, com a palavra, @Guttto:
Sem a instituição civil do casamento, 78 direitos civis expressamente garantidos aos heteros na legislação brasileira ficam negados aos gays
Mas Marina Silva não se importa:
"A gente não pode fazer o discurso do ódio contra essas pessoas. Eu não apoio (o casamento gay), mas a minha relação é de respeito e de não promover a discriminação"
Mas ela reclama de sofrer este preconceito. Não nota que tudo isto é apenas reflexo de suas posições, do estranhamento, do repúdio de suas opiniões conservadoras e desprezíveis.

Uma pessoa que convive com gente como Silas Malafaia e cia, que se ajoelha perante tais charlatões, que dá seu dinheiro em dízimos para que esta corja enriqueça não tem condições de ser síndica de prédio, que o diga presidente! Felizmente o presidente dos EUA não é mais Bush que ora acreditava falar com deus, ora dizia ser deus. Marina poderia acreditar e se ajoelhar também!
---
Vale ver quem é Silas Malafaia e a corja de sua igreja, a mesma de Marina, neste link. Notem a semelhança de preconceitos.
---
Voltando às comparações, Serra e o PSDB são velhos conhecidos e FHC o seu melhor - pior - cartão de visitas. O PV sempre foi insignificante e agora se insinua com candidaturas como as de Gabeira que, aliás, sequer sabe que Marina existe, apóia Serra logo de cara. São "mudanças" típicas de uma classe média que sai do armário, que não se sente confortável com as oligarquias tradicionais do DemoTucanato e quer seu lugar ao sol, com bandeiras usurpadas mas a mesma mentalidade conservadora e medíocre de sempre.

Marina engana a alguns, engana a si mesmo e muitos vão na onda, esperando alguma mudança. Abram os olhos!
------
Comentários
69 Comentários

69 comentários:

Iberê disse...

vale lembrar que tradicionalmente os partidos verdes no mundo são voltados para funções do legislativo, em raras situações atuando no executivo.
alem do mais os ideais ambientalistas são causas e bandeiras das classes média e alta, logo o "povão" num faz parte desses interesses.
acho que essas eleições estão ganhando em numero de candidatos metendo os pés pelas mãos.

Dado Márcio disse...

Cara, se informe um pouco melhor sobre a visão da Marina a respeito de tudo, principalmente desses temas que você citou. Olhe alem do que você consegue, ao menos tente e não acredite em tudo o que te dizem. Algumas pessoas tem a intenção de te manipular, fique atento ;)

Anônimo disse...

Discordo totalmente, você está sendo bem manipulado.

Anônimo disse...

Progressista? Que progressista nego? Suas idéias são tão, mas tão atrasadas que você quer levar o mundo de volta ao Império Romano, a Epicuro. Não me venha falar em progresso. Permissão do Aborto, promisquidade homossexual tudo isto já existiu. Não me venha falar que é o progresso.

O que vc demonstra neste blog é que não passa de um moleque preconceituoso que coloca preferências sexuais e o desejo de matar crianças em gestação a frente de qualquer coisa.

Se vc pode ser preconceituoso e vil contra os evangélicos, pq eles não podem agir da mesma forma contra os homossexuais?

Vc posa de um ar superior e moderninho, mas não passa de um preconceituoso e mentiroso!!!

robb disse...

Tsavko, primeiro, parabéns por sua coragem de denunciar sem meias palavras o acinte que são essas seitas evangélicas - verdadeiras máquinas de fazer dinheiro livre de impostos e difundir preconceito - QUANDO NÃO O ÓDIO MESMO contra quem não pensa como eles.

Há um link no Mix Brasil para uma entrevista do tal Malafaia em que as colocações dele descem ainda mais daquelas que você expôs aqui.

Frequente algum site LGBT e veja as infâmias que esses celerados dessas "igrejas" dizem abertamente contra os gays.

PURO ÓDIO e agora vem alguns aqui - o rapaz que ao menos colocou sua foto provavelmente não seja gay e portanto está apenas mal-informado, mas certamente os "anônimos" sabem muito bem do que você está falando aqui por isso se sentiram tão incomodados. São Homofóbicos assumidos.

Essas pessoas são perigosas, seria o fim termos alguém como Marina Silva, sem nenhuma base política na sociedade a não ser esses grupos neopentecostais.

Que tipo de governo faria alguém assim?

Seria um joguete na mão de interesses poderosos e inconfessáveis.

GRAÇAS A DEUS - pra usar expressão que essa gente gosta - a possibilidade dela ser eleita é menor do que eu namorar o Príncipe William da Inglaterra.

Mesmo assim é preciso ficar atentos e combater sem tréguas esses que querem nos fazer voltar ao tempo em que aos "infiéis" se reservava a fogueira ou o hospício.

Evangélicos são os TALIBÃS do Brasil.

Anônimo disse...

Robb. Você é doido né. Esqueceu de tomar o remedinho hoje? Vai se tratar!

robb disse...

Ficou brava, SANTA? dá mais um dinheirinho pro pastor que passa.

HAHAHAHAHHAHAHAH

Maria Salete disse...

Deus e fiel muitas pessoas so pensam maldade vamos fazer o que compete a nos somente o bem pois o senhor se agrada disto ha muita gente maluca pai perdoa pois nao sabem o que fazem

Anônimo disse...

Santa pq moleque? Vc que é amigo do pessoal GLBT agora faz um xingamento homofóbico!
Vc tem que se tratar mesmo. Comentário como seu só pode sair de uma cabeça doente.
Falar mal de evangélico pode, mas falar mal da santidade gay ou da putada comunista não. Vai te catar!

Hugo Albuquerque disse...

Tsavkko,

Bem, ainda não havia lido este teu post, mas escrevi hoje la n'O Descurvo a respeito da questão da Democracia e do binômio Ordem & Progresso - o Positivismo. Em suma, não gosto dessa lógica de História em linha reta que traça como bom o Novo - e seus comportamentos e práticas constituinte - e relega identifica comportamentos e práticas disfuncionais na vala comum do Atraso. Ainda que isso possa ser usado para fins nobres, os meios práticos que assumir essa concepção de História acaba produzindo nos joga numa verdadeira arapuca: A solução para tudo acaba sendo a marcha incessante do, pelo e para o "Progresso", cerceando a reflexão, a crítica e o debate, o que esgota qualquer possibilidade de humanismo - porque, antes de mais nada, demanda uma Ordem suficientemente coercitiva para garantir que essa marcha siga na linha.

Mas não, eu não gosto de Marina. Isso já não é de hoje, nem por conta do PV - embora também - e não, necessariamente, porque ela é evangélica. Não sou religioso e entre a ciência e a religião e o progresso, optei pela Filosofia. Não excluo, portanto, a possibilidade de votar em alguém que pratique uma religião, desde que ele tenha em mente que está disputando um cargo para o qual se demanda um projeto público, não um projeto exclusivamente para aqueles que partilham da sua fé - ou da ausência dela, pois o mesmo vale para um ateu que queria impor goela abaixo de todos o seu ateísmo. Isso é uma espécie de autismo e, infelizmente, a atuação parlamentar de Marina é eivada por esse vício. O que a nobre senadora deve entender é que não há problema em ser uma política que é evangélica - pelo menos no meu entender do que é uma República -, mas há em ser uma evangélica que é política. Esse é o meu ponto.

um abraço

robb disse...

ui, ui, ui! a SANTA além de evangélica ainda é fascistinha A SSU MI DA! Aff!!!

Não é de espantar,

TODOS OS ESGOTOS SE JUNTAM NUM MESMO CAMINHO

HAHAHAHA Vcs são uns comédias. RI DÍ CU LOS.

Anônimo disse...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Homossexualidade_e_religi%C3%A3o

olhem a visão evangélica, descrita como protestante no site, que é a mesma coisa, e a católica em relação ao homosexualismo.

assistam: http://www.youtube.com/watch?v=X8sS52zL87w&feature=related assistam as 10 partes, e vejam o que evangelicos pensam sobre homosexualismo; os católicos, que adoram imagens mais do que o próprio Deus tem uma visão diferente e bem racista, diferente de evangélicos. Serra e Dilma, católicos, seriam bem pior para a população GLBT brasileira.

Anônimo disse...

Vixe.Quanta baixaria. Acredito que nem mesmo o dono deste blog merece que se faça isto com seus textos.

Agora este Robb parece que saiu da lata de lixo e vem dando lição de moral. Ai já é sacanagem!

O outro comentário alertando este fedelho sobre o remédio que ele esqueceu de tomar está certíssimo. Aonde já se viu desrespeitar uma candidata pelo fato de ela ser evangélica ou um comentarista. Coisa de gente baixa e desqualificada.

Atitudes como esta só reforçam o preconceito. Se a comunidade GLBT quiser ser respeitada é melhor elas começaram por respeitar os outros. São tipos doentes que nem você que denigrem toda uma classe de pessoas.

Reintero o que fora dito acima. Vai se tratar, doente!

Anônimo disse...

Qual o problema de existirem pessoas que não endossem o comportamento homossexual? Ser homossexual é só uma condição, não é motivo para sentir orgulho nem vergonha.

Falar que a Dilma e o Serra são Católicos é de uma estupidez que jamais achei que o ser humano fosse capaz, homo ou heterossexual.

Daniel Leite disse...

Tsavko, vai estudar moleque! Cara, quando vc se der conta das ignorancias q vc pensa e (pior!) escreve, vai sentir vontade de sumir do mapa!

Coisas como estas, geralmente são escritas por burguesinhos metidos a intelectuais..daqueles que posam de seres superiores, que nem sequer ajudam a mãe a lavar a louça e no entanto, se julgam capazes de salvar o planeta! hahahahahaha dignos de xacota!!
Repito: Vá estudar, moleque!!

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Vamos ver até onde vai minha paciência com as respostas, porque o que tem de troll...

@Ibere: Os PArtidos Verde, em geral, são de esquerda. No Brasil e´um partido sem absolutamente qualquer ideologia ou unidade, é um partido de aluguel com algum "charme".

@Dado: Eu não escrevo sem me informar. Pressupor isto é, de cara, uma ofensa. Marina Silva tem uma história muito interessante, fato, pena que ela jogou tudo no lixo quando virou crente.Passou a acreditar em gente do nível de silas Malafaia e virou uma fundamentalista. É engraçado até mesmo comparar suas fotos de antes e depois da "conversão".

Minha questão com a Marina parte do básico - eu ñ aceito ser governado por um(a) neopentecostal) - até os pontos específicos de sua ideologia (sic), que, permeada por fundamentalismo religioso, é nociva aos direitos humanos.

Quanto a me manipular, só rindo. Por acaso postaram o link desse post naquele grupinho tosco de patrulhamento pró-Marina? Quem é que está sendo manipulado mesmo?

@anonimo: Faleça.

@anonimo 2: Leve sua homofobia pras catacumbas de onde não devias ter saído.

@robb:Eu fiz um post uma vez sobre o Malafaia, na verdade sobre a perseguição aos homossexuais no Brasil em comparação com Uganda e à medida que lia mais sobre o cara me enojava até patamares nunca vistos antes: http://tsavkko.blogspot.com/2010/03/uganda-e-nos-homossexualidade-em.html

De resto, concordo integralmente com TODOS os seus argumentos!

@maria: Espero que ele te perdoe tb por não saber usar pontuação.

@anônimo novamente: Meu caro, evangélicos são um câncer. Explicou?

Raphael Tsavkko Garcia disse...

@Hugo: Não discordo do seu argumento inicial, mas, filosofia à parte, o que MArina defende ou representa não está na categoria do novo ou velho e sim no do que é perigoso para todos, no que representa um atraso em termos de respeito aos direitos humanos, à diversidade e etc.

E, eu não desgosto dela por ela ser evangélica em si. De fato, eu não aceito ser governado por quem paga dízimo a pastor, mas meu problema é com o que decorre de sua crença - ou doença mental - que é o absoluto preconceito pela diversidade. E, este seu ponto de compromisso público e fé é exatamente minha questão.

Plínio é um católico fervoroso e é meu candidato. FHC era ateu como eu e não voto na figura nem se fosse o último político da terra. Mas AMBOS separam a religião - ou falta - pessoal do público, da política. Plínio é pessoalmente contra o aborto, mas defende a legalização por saber se tratar de algo maior que ele e seus preconceitos - que todos temos, mas alguns sabem passar por cima.

@anônimo: A doutrina, em geral, pode até ter suas semelhanças, a diferença significativa é que a franca maioria CAGA E ANDA pra Vaticano, pra preconceitos do tipo... Enquanto os neopentecostais costumam ser fiéis fanáticos,a creditando em pastor fazendo cego enxergar e deficiente andar. E, claro, acredita que ser roubado é parte do processo.

Dos neopentecostais que conheço, TODOS são preconceituosos, pagam pra pastor e etc. Dos católicos que conheço, dezenas, NENHUM cai nesses contos preconceituosos e, aliás, dificilmente vão a qualquer igreja.

Anônimo: Os neopentecostais, de início, desrespeitam a comunidade LGBT. Fazem defesas apaixonadas de que os gays e etc são doentes e outros absurdos. Como esperar respeito se, de início, os neopentecostais não tem?

Anônimo: Ninguém precisa endossar, mas da mesma forma que não faz sentido eu chegar na tua cara e dizer que vc não presta por ser hétero - você nasceu assim - não faz sentido fazer o mesmo com um gay. O primeiro caos nunca vi, o segundo acontece todo dia. E muitos morrem.

Daniel: Cresça. Conheça sua candidata. E abra os olhos pra pastor ladrão - todos.

Hugo Albuquerque disse...

Tsavkko,

Mas é que está ponto: A pedra de toque da inviabilidade da candidatura de Marina é o que você desenvolveu no comentário, não a ideia do "atraso" ou do "avanço" que também, voluntária ou involuntariamente, trazem algo perigoso em seu interior. Não se trata de uma problema de posicionamento dela em relação a uma perspectiva linear de História, mas sim de uma concepção deformada em relação à República. Posturas como a de Plinião, um católico fervoroso - que poderia ser considerado como arauto de um "pensamento atrasado" - apontam nessa direção. A questão não está naquilo que pode ser considerado como "preconceito", mas em convicções pessoais que fazem todo sentido em um determinado grupo, mas que não devem ser introduzidos de forma geral via projeto público, logo não interessam ao conjunto da coletividade. A postura do católico Plínio de Arruda Sampaio se explica por um fato simples: Ele reconhece a legitimidade do Estado laico, enquanto Marina - e, sim, Heloísa Helena - não. Então, na falta de uma Teocracia cristã, come-se pelas beiradas e bloqueia-se a legalização do aborto porque o seu grupo entende isso como errado, a despeito das convicções - e necessidades - de outros segmentos da sociedade. É uma coisa meio viral e uma mostra da velha falta de senso republicano.

abraço

Edilson disse...

Então, opinião é opinião, e temos de respeitar, afinal vivemos em uma democracia. Podemos não aceitar, como é esse o caso nesse momento.

O endividamento que o FHC deixou para o Brasil, e que o Lula ampliou, é algo fenomenal.

Somente quem tem miopia política, ou seja, que não consegue ver um pouco além, é pode achar que com eles seria melhor.

A Marina representa uma nova opção, e eu estou com ela. E curiosamente, a grande maioria das pessoas com quem converso também está.

Quanto a religião, só podemos dar relevância a isso em um momento politico para gerar mais polêmica. Mas ... isso é opinião de cada um.

Anônimo disse...

Agora ser contra o assassinato sistemático de bebês em gestação virou um coisa ruim! De gente preconceituosa? Vai te catar Hugo, você vem com idéia genocida e acha que é uma questão de necessidade. Necessidade de matar criança? Coisa de gente demente.

Falar que Plínio é Católico ai já é sacanagem. Comunista e católico. Agua e Óleo! Ai virou piada de mal gosto.


Este seu comentário:
"A questão não está naquilo que pode ser considerado como "preconceito", mas em convicções pessoais que fazem todo sentido em um determinado grupo, mas que não devem ser introduzidos de forma geral via projeto público, logo não interessam ao conjunto da coletividade".

Bem que poderia ser aplicado aos supostos direitos homossexuais. Tirando uma micro parcela da sociedade, a quem interessa isso? A mais ninguém!

E para o autor do blog: Não venha fingir impaciência com os comentários que você está adorando a movimentação que estamos dando a seu blog.

Anônimo disse...

Falar que neopentenscotal é um cancêr é liberdade de expressão. Agora, falar que o homossexualismo é uma doença é homofobia?

Gente Ridícula!

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Edlson: Vamos ver, grande endividamento... Hmmm, que tal um link pra comprovar? E, FHC nem discuto, foi o único imbecil que privatizou o país inteiro e ainda conseguiu fazer dívida, já o governo Lula criou as bases para os pobres terem acesso à educação e a dignidade... Se isso porventura causou algum endividamento... que beleza!

Aliás, o que a Mrina vai fazer? Vai obrigar todos a ajoelhar e rezar pra não contrair dívidas ao mesmo tempo em que implode os programas sociais?

Marina representa o que novo? Um discurso EcoCapitalista ultrapassado. Ela consegue ser a representante do único partido verde de direita do mundo!

E, a religião pauta, repito, PAUTA, os discursos da Marina. E, honestamente, não permitirei que respingue na minha vida e na vida do país.

Hugo: Irretocável, meu velho!

Raphael Tsavkko Garcia disse...

O penúltimo anônimo, logo abaixo do Edilson é o perfeito exemplo dos que apoiam a Marina, um fanático inconsequente com argumentação pobre e quase inexistente.

Além de tudo, burro e preconceituoso. Um prato cheio! Combina com sua "mestra", Marina Silva.

Adianta explicar pra uma figura dessas o que são Direitos Humanos, Saúde Pública, Direitos da Mulher e etc quando se tem um livro terrivelmente nocivo por trás, conhecido como bíblia, que pauta as opiniões de um retardado mais do que a própria consciência?

Quanto ao outro anônimo, um primor! Nem adianta explicar o absurdo de sua frase.

Mas... eu gosto de um debate então vamos apenas comentar rapidamente alguns fatos simples: O homossexual é um ser humano como qualquer outro, apenas não é hetero. Ponto. Pegou a idéia, caro anônimo? Já o neopentecostal é um ser preconceituoso, fundamentalista, que quer impor sua visão estreita de mundo à todos. Sacou?

Anônimo disse...

Quanto ao penúltimo comentário citado por Raphael Tsavkko (abaixo do Edilson) ele é um babaca sim, idiota e preconceituoso. Mas ele não representa nada os eleitores de Marina. E você Raphael é um idiota de pensar que uma pessoa representa milhares de outras. A fama de fanáticos doentes são exclusividade dos PETISTAS.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Agressões vindas de um sujeito que não tem nem a coragem de assinar seus comentários são realmente assustadoras...

Não representa? Engraçado como boa parte dos eleitores da Marina tem um pensamento parecido e se expressam de maneira semelhante... MAs, bem, nada diferente da própria, não é mesmo?

Silas Malafaia manda um abraço.

Thiago P. disse...

Só esclarecendo umas coisas

"Marina Silva não entende porque é vista, a priopri, como uma pessoa preconceituosa e fundamentalista por ser evangélica. Vamos iluminá-la? Em primeiro lugar, Silas Malafaia, Edir Macedo e RR Soares são nomes que logo vêm à mente e dizem alguma coisa."

A Marina Silva faz parte da Assembléia de Deus, denominação que nenhum dos citados faz parte (Silas Malafaia atualmente faz parte (ou melhor, é presidente) de uma AD, mas de uma outra ordem/convenção, e existem divergências entre estas duas).

Atualmente ela tem apoio mais do pessoal ligado a vertentes/conceitos/[enfim, sei la q nome dou rs] evangélicas como Missão Integral, que em parte tem um pensamento menos conservador do que os neo pentecostais acima.

Neo pentecostais, aliás, que pouco a pouco estão se distanciando do que se chama hoje de "protestantismo/evangélicalismo", sendo considerado por muitas denominações como uma seita.

Vale lembrar, aliás, que a CGADB, (que a Marina faz parte, por sinal) salvo engano declarou apoio a Dilma Roussef.

O perigo que eu vejo maior da Marina é seu partido que [seus militantes podem negar a vontade mas] é uma muleta dos tucanos, um empresário como vice, suas mudanças bruscas de opinião... Simpatizo com ela, mas não consigo ver com bons olhos esta campanha, e no que ela tá se tornando não.

Sei lá se viajei demais, mas é marromenos isso rs

Anônimo disse...

Que preguiça de você Raphael.
Você tem o típico ar de jornalista medíocre. E deve ser um militante Petista cego também. Desculpa o pleonasmo (Petista/Cego)

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Anônimo: Preguiça? Ora, ninguém está o obrigando a ler ou comenta nada!=)

Eu não sou petista, e quem está tendo atitude de jornalista medíocre não sou eu, afinal, quem não checou sequer o blog para saber minha filiação (nenhuma) foi você, meu caro.

Thiago: Silas é AD, mesmo que de "outra", não deixa de ter sua origem e, os demais são todos farinha do mesmo saco. Radicais preconceituosos e homofóbicos cuja vida se resume a alienar e roubar.

Meu problmea com a Marina não é se ela faz exatamente parte da igreja A ou B - ainda que seja indicativo -, e sim o quanto o fanatismo ainda inerente nestas organizações respinga em suas convicções pessoais - e vice-versa. E o que se vê é um perigo!

O resto é fato. Um partido que é um cabide, um partido de aluguel.

Gabs disse...

1. Generalizar eleitores da Marina é agir da mesma forma que você supostamente critica.
2. Sobre as respostas que ela dá sobre o aborto, nunca vi ela dar a justificativa religiosa. Ela fala do impacto comprovado que isso tem na saúde física e mental da mulher, de como conheceu mulheres que abortaram e sofreram de arrependimento e que essas coisas a fizeram se posicionar contra. Conheço pessoas não-religiosas que são contra o aborto. A questão está justamente na complexidade da situação, e a Marina deixa claro que sua opinião não é soberana, e sim a abertura para o debate e a participação popular nessa decisão.
3. Você pode discordar, mas o que vejo na Marina é o diálogo entre as diversidades. Acompanhei muitas entrevistas antes de chegar a conclusão de que votaria nela, e o que me atraiu foi justamente a posição de abertura que ela tem para o diálogo ao dizer "minha opinião é X, mas isso tem que ser debatido, a opinião de todos deve ser escutada". Eu mesma tenho opiniões diferentes da dela em vários assuntos, mas não quero vê-las impostas, e sim dialogadas. Isso, para mim, é a verdadeira essência da democracia. Eu não sou expert em política nem nada, mas se eu resolvi apoiar a Marina é porque pesquisei e refleti.
Enfim, duvido que mude de alguma forma a opinião do autor do texto, mas mesmo assim decidi me expressar um pouco.

Hugo Albuquerque disse...

Pois é, glorioso Anônimo. Em primeiro lugar, há uma diferença muito grande entre ser contra o aborto e ser preconceituoso com ele. A primeira posição é de não ser favorável individualmente à prática, a segunda é de condenar uma outra pessoa que faça aquilo. Plínio está no primeiro time e você no segundo, simples assim. Se você vê contradição entre o cristianismo e o comunismo, defendido na forma de socialismo-libertário como faz Plínio, meus parabéns, volte para escola. Cresça e aprenda a, pelo menos, defender com a cara-limpa o que escreve. O fascismo se assenta, sobretudo, no desejo por invisibilidade e consequente superpoder que o anonimato gera.

Trollagem para macaco velho de blogosfera é dose ;-)

Anônimo disse...

Não adianta ficar elogiando o Hugo. Um bando de gente medíocre elogiando umas as outras não forma uma decente!

O Fato de ficar anônimo -nem todo comentário anônimo é o meu, tem muitos anônimos diferentes aqui- é a simples aplicação daquele velho ditado: gato escaldado tem medo de agua fria. Conheço bem a canalha esquerdista.

Efim. Concordo com você (viu, nem tudo está perdido) homossexual é uma pessoal nornmal, tão normal quanto qualquer um. Um simples sujeito de direitos e obrigações. Nada além disso. Nem melhor nem pior do que ninguém, nem que este alguém seja evangélico, católico, muçulmano, heterossexual, sadomasoquista, tanto faz.

Agora, um ponto de discórdia: ABORTO. Tratar esta questão como se fosse de saúde pública (Seja la o que isto significa) ou de direito da mulher é uma coisas mais abjetas, doentes que um ser humano já pode conceber. Idéias dignas de Stalim, Marx ou Mao Dezong. Coisa de gente doente, psicopata e perigosa! Quem em são consciência pode conceber o assassinato de uma criança indefesa. Este não é o posicionamento de evangélico, católico ou qualquer outro. É uma obrigação para toda e qualquer pessoa de bem!

Fazer escárnio da Bíblia -um texto que você não tem a mínima capacidade de compreender- é uma coisa vil e baixa Algo que nem merece comentário. Somente o desprezo.

A diferença entre nós não é somente de idéias é um abismo moral intransponível. Não sou evangélico, não voto em Marina Silva, Dilma, Serra e tampouco no transloucado do Plínio. Não quero matar homossexuais nem bebês. Não invento desculpas para assassinar crianças. São algumas poucas diferenças.

Fico anônimo sim. Afinal (citando o texto que você despreza, vocês são uma legião. Uma legião de gente doente e perigosa!

Sir.Álex disse...

Tem um partidário da "Irmã Marina" por aqui no meu escritório, semana passada ainda discutiamos sobre a mente limitada dessa criatura (de ambas!)!

O seu blog foi uma feliz descoberta que fiz em 2010, parabéns pelas postagens, continue!

Anônimo disse...

Caro Hugo. Agora ser contra o aborto e condenar quem mata crianças em gestação é ser preconceituoso? Então ta legal. Podemos ser contra o estupro, mas condenar o estuprador é ser preconceituoso? Uma mulher não quer ser estuprada tanto quanto um bebê não quer ser abortado. Ou será que quer?

Poderíamos então dizer que o estupro é uma questão de saúde pública e aplicar uma espécie de política de redução de danos (olha que nem to falando da maxima: estupra, mas não mata). Poderíamos distribuir camisinhas para estupradores. Assim, as vítimas não engravidariam nem contrairiam doenças. Tese ridícula né? Eu sei. Tanto quanto a sua!

Plínio é um senhor maluco, doido de pedra. Só isso. Não o critico nem o condeno. Só tenho pena dele. Fazer o que. Nem todos tem noção do ridículo, nem do mal que suas idéias trazem. Enfim, só resta lamentar!

Não sou facista! Não sou comunista!Nem socialista! Não sou adepto de doutrina genocida. Infelizmente nem todos podem dizer o mesmo.

Continuo anônimo, claro. É uma pequena proteção que se deve ter quando se entra num ninho de cobras. Afinal, a ideologia que você professa bateu matou milhões de pessoas. Todo cuidado é pouco!

Raphael Tsavkko Garcia disse...

@Gabs:
1. Pelo nível dos comentários que recebo dos eleitores da Marina e pelo que leio em diversos fóruns de apoiadores dela é difícil não generalizar. Os não-Trolls são dois ou três, com boa vontade!
2.Esta suposta abertura para o debate dela já foi discutido, este papo plebiscitário é mais danoso do que manter tudo como está. Dizer que causa danos à mulher não é desculpa, é esconder a verdadeira razão. O problema é da mulher se quer ou não sofrer danos, a explicação é claramente religiosa e disfarçada.
E, Aborto é polêmico, mas a MArina é contra também o casamento gay, contra pesquisa com células tronco... Este último é o que mais denuncia suas convicções puramente religiosas.
3.Eu fico com o Plínio, ele não diz "sou contra mas vamos discutir através de um plebiscito em que a mídia toda irá fazer lobby", e sim que "se tratam de questões relativas aos direitos humanos e à saúde pública e que, mesmo sendo pessoalmente contra, eu defendo por serem bandeiras dos movimentos sociais e defendidos por qualquer um com consciência".

Esta é a diferença. Democracia nem sempre se trata de mero diálogo. O respeito aos direitos humanos vem primeiro.

@Hugo: Os trolls pressupõem que todos são burros como eles. Dá até dó! Não tem nem coragem de mostrar a cara, de assinar e ainda quer dar lição de moral.

@Anônimo: um belo balbabla pra dizer que, por ser preconceituoso, prefere se esconder. Não tme nem coragem de assumir as posições... Típico!

Sua posição sobre o aborto é lamentável, mas não vou perder mais tempo. A ciência manda lembranças. E se não sabe o que é "Saúde Pública", uma pesquisa pode ajudar.

Quanto à Bíblia, um belo conto de fadas permeado por genocídios, preconceito e muito sangue Alguns jornais sensacionalistas devem sentir inveja!

No mais, seu próximo comentário ofensivo não será aceito no blog.

Sir Alex: Obrigado, meu caro.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Prezado anônimo, suponho que sejas cristão, certo? Um cristão querendo acusar qqr ideologia de genocida é pra fazer rir, não é?

Anônimo disse...

Ofensivo? Matar criança é que é ofensivo.
Tudo bem então. Me vou pq é impossível discutir com gente maluca sem ficar também.

Abraços e continue na luta do seu conto de fadas macabro que tem sangue nas mãos!

Anônimo disse...

Gosto muito de usar a segunda pessoa. Respondo: sabes fazer as contas?

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Anônimo anti-aborto, repita comigo: Ciência! Vamos lá, c-i-e-n-c-i-a!

Religião e suas noções medievais não importam, pegou?

Anônimo disse...

Da para você me explicar como é que a ciência justifica a morte de bebês? Coitada da ciência!

Raphael Tsavkko Garcia disse...

A ciência ñ encara como "morte de bebês".

Anônimo disse...

Ah ta! Você ta falando da Ciência do Dr Menguele. Agora ta explicado!

Viu como a gente se entende!

robb disse...

Tsavko, sinceramente... perder tempo com uma figura que escreve isso:

"Fico anônimo sim. Afinal (citando o texto que você despreza, vocês são uma legião. Uma legião de gente doente e perigosa!"

Esse fanático amalucado está pensando com certeza que consoante a mente confusa dele ainda estamos na idade média em que as bruxas, súcubos, íncubus e outros capetas do tipo andavam pelas ruas. rsrsrrsrs

Mas ainda prefiro acreditar que é um troll, alguma brincadeira de alguém.

Porque seria digno de pena achar um TFP ou Opus Dei do tipo que usa o cilício em pleno séc. 21.

Já os evangélicos ou são coitados iludidos com lavagem cerebral, ou são picaretas que enriquecem na moleza e até compram TVs, jatos de luxo, são presos entrando nos Estados Unidos com dólares escondidos dentro da tão "sagrada" bíblia.

Outro dia prenderam uns tais pastores em Mato Grosso com armamento pesado para os morros cariocas, etc, etc.

Enfim, é este tipo de gente que se acha no direito de julgar alguém.

Como disse, são uns comédias se pensam que vou levá-los a sério.

Te aconselho a fazer o mesmo e parar de perder tempo pois não há diálogo possível com fanáticos.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

@robb: Você disse tudo! Mas hoje estou com uma bela paciência!=)

Hugo Albuquerque disse...

Tsavkko,

Se você, em sua cabecinha, também mirava a possibilidade de dar corda para a trollagem provar a tua tese, enforcando-se nela, lhe digo que funcionou.

abraço

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Meu caro Hugo, isso foi um elogio?=P

Jéssica disse...

Parabéns, otimo post!!Marina Silva é historinha pra alternativinho ver, me lembra mto o Al Gore.
Marina Silva que palhaçada!!

Hugo Albuquerque disse...

Sim, um elogio ao seu senso tático :-)

Anônimo disse...

Hummm!

Daniel Leite disse...

Boa, continua aí Lucas Silva e Silva! Uma hora voce consegue contato com lunáticos igual a vc, e quem sabe até forme um grupinho de meia duzia pra atazanar algum azarado com suas teorias ateístas xenofóbicas!!

"Planeta terra chamando, planeta terra chamando!!" kkkkk...

Repito: Vai estudar moleque!

Daniel Leite.

Augusto Darien Breytenbach Bazárov disse...

Raphael, Parabéns pela coragem de falar a verdade sem meias palavras.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

@Hugo!: ;-)

@Daniel Leite: Heim?

@Augusto: Valeu, meu velho!=)

Bitow disse...

Raphael, gostei muito do seu texto e compartilho muitas ideias com vc. Acho que a religião de um modo geral é um dos piores movimentos da sociedade. São líderes falando o que bem entendem (e querem) em nome de um ser sobrenatural, se baseando num texto há 2 mil anos.
Mas por outro lado, discordo em alguns pontos. Apesar da minha visão sobre a religião, separo da minha visão sobre os religiosos. Minha família é muito católica, e meu pai lidera vários grupos e encontros religiosos. Mesmo assim, ele é uma inspiração pra mim e tenho certeza que todo o homem correto que ele é hoje, grande parte foi por causa disso. Talvez minha visão esteja limitada, pois não só meu pai, mas muitas outras pessoas que admiro são religiosas (evangélicos inclusive), mas não vejo esse fato como algo contra a Marina.
Além disso, vejo nela um meio de fugir do capitalismo selvagem do PSDB e da corrupção do PT. Os preconceitos que vc citou no seu texto são compartilhados pelos outros candidatos com chances de ganhar, a diferença é que a Marina (pelo menos se diz) aberta ao diálogo.
É fato que nenhum dos candidatos esse ano me dá muita segurança, mas de todos, a Marina é a que me dá menos medo.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Bitow: Eu particularmente tenho uma visão negativa da religião. Para mim religião é algo pra se ficar em casa. Fora dela você é um cidadão, em um Estado Laico, onde sua opinião religiosa não importa, e sim a comunidade.

Pra mim pouco importa se a pessoa adore alá, buda, jesus ou o capeta, desde que o faça dentro de casa.

O problema é que Marina, sendo (neo)pentecostal, se liga ao que existe de pior, como Silas Malafaia e cia. Eu não respeito quem paga dízimo para evangélico. E, ela deixa clara sua ligação religiosa ao ser contra basicamente tudo que significa progresso.

sua opinião religiosa transborda para a política, na verdade, pauta a política. E isso pra mim é intolerável.

E, Marina é capitalista. EcoCapitalista, mas dá no mesmo. Há um artigo, na verdade uma coluna, do Gilberto Felisberto Vasconcellos na Caros Amigos deste mês que diz tudo sobre a Marina, copio um pedaço:

"Marina é pró-capitalismo, portanto é antiecológica. Seus assessores almofadinhas e janotas são undenistas e tucanos de corpo e finanças, portanto contra a minhoca, o arado natural. [...] Marina é adversária da reforma agr´[aria radical, portanto joga no time do ecocídio, Serra batalhou pela aprovação da lei das patentes para felicidade das grandes corporações e multinacionais na Câmara e no Senado."

Concordo plenamente. Marina é capitalista e da pior espécie. Posa como mudança, mas é mais do mesmo, só que num partido de aluguel e aliada ao atraso inerente à sua religião e convicções.

"Ela" é PV, partido de aluguel de Sarney Filho e oligarquias afins, de que corrupção você pensa sair? Vai entrar em outra. O PT cometeu inúmeros erros, fez MUITA merda, mas foi o partido que melhor governou o pais. Não se escapa disso. PSDB é suicídio, Marina é suicídio, PT é o aceitável.

O que me dá menos medo, aliás, não dá medo, É Plínio, meu candidato. Mas, segundo turno, é Dilma.

Bitow disse...

Eu gostei muito da maioria das propostas do Plínio (não o conhecia, graças a seus comentários é que pesquisei sobre ele), só achei a reestatização da Vale e da Petrobras meio revolucionário demais, não? Sou servidor público e sei como é difícil as coisas funcionarem em instituições públicas, provavelmente em empresas estatais também. E conheço pessoas de dentro da Vale que dizem que o trabalho melhorou muito depois da privatização. Esse é um ponto que me deixa com o pé atrás. Quero dizer, com Marina presidente, na pior das hipóteses, pior não vai ficar. Agora com o Plínio, mesmo as outras propostas me agradando muito, ele quer mexer em coisas que estão dando certo, sacou?
Bom, enfim, Plínio e Marina são os dois melhores candidatos ao meu ver. Pena que acredito que nenhum dos dois chegue lá. E se for pra escolher um dos males, que seja o "menos pior": Dilma. Serra jamais.

Parabéns pelo blog.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

O Plínio não defende reestatização no modelo atual, mas num modelo de gestão decente, menos político e mais técnico. Senão é trocar 6 por meia dúzia, deixar as empresas nas mãos de empresário ou de político corrupto dá no mesmo.

A idéia é organizar o serviço público e torná-lo profissional e não "eletivo" como hoje. A privatização da Vale foi um crime, e a Petrobrás não pode sair das nossas mãos.

A Vale foi dada. Perdemos bilhões com a venda e a cada ano como resultado. A idéia é fazê-la funcionar como estatal nos moldes de hoje, mas conosco, com o Brasil recebendo a riqueza e não empresários.

Com Marina penso que muito vai piorar. A começar ela não separa Religião e Estado. Não quero viver num país governado por uma fundamentalista, cujas opiniões são pautadas por uma seita. Plínio é católico e pessoalmente contra o aborto, mas defende o aborto. Porque? Porque defende o Estado laico, os movimentos sociais acima de seus preconceitos pessoais. Isso é um líder. Mesmo Dilma defende a discussão.

E, dando certo? Depende do ponto e vista. A Vale é um sucesso... MAs pra quem ?Não pros brasileiros. Pros empresários, pros donos da empresa. E estamos falando de algo até pequeno frente Às transformações propostas.

Primeiro turno é Plínio. Segundo é Dilma. Serra e Marina jamais.

Victhor disse...

Ridículo. A única palavra que pode descrever esse post. Marina NÃO é contra a união CIVIL de indivíduos homossexuais. E os dízimos e ofertas são para pagar as despezas e gastos da Igreja, você vai lá pagar a luz, a água, o IPTU o aluguel? Principalmente das Igrejas grandes, que gastam mais por terem mais membros e atividades ( sendo que dízimos e ofertas estão na Bíblia )?NÃO! Então não fale porcarias.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Meu caro Victhor, você é exatamente o exemplo do ignorante neopentecostal que eu combato. A Marina é contra o casamento gay, logo, é contra mais de 70 benefícios legais que só os heteros podem ter, é discriminação, preconceito. Nada poderia ser mais claro.

E, se você gosta de ser enganado e pagar para canalhas enriquecerem e construírem templos salomônicos (no caso da IURD é literal), problema seu. Não gosto de me fazer de trouxa, mas se você gosta... Continue a ser enganado, pague seu dízimo e continue a ser um iludido.

Ah, e quanto a Biblia, belo livro de contos de fada. Amigo, Estado Laico, seu livrinho de contos não importa.

Tiago dos Santos disse...

Nunca vi tanta idiotice escrita junta em um mesmo lugar. Tando do autor do post quanto da maioria de quem comentou. Realmente, precisamos de um investimento maior em educação no Brasil. Essa péssima educação que existe hoje ta tornando o brasileiro médio num péssimo ser humano, que tem opinião deturpada, e ainda acha isso bonito.

Desde quando ser evangélico torna uma pessoa ruim? Sou católico e não julgo (muito menos combato) qualquer pessoa por sua opção religiosa, nem sexual, isso é totalmente contra o cristianismo. Claro que existem charlatões que procuram ganhar dinheiro com isso, mas não são a maioria.

Suas opiniões tanto politicas quanto religiosas são totalmente preconceituosas. Sobre a Marina Silva, se realmente você soubesse do que está falando saberia que ela realmente é contra o aborto, a pesquisas com células troco embrionárias e o casamento homossexual, porém ela deixa bem claro que o que importa não é a posição dela e sim a necessidade e a vontade do povo brasileiro, ou seja, como presidente ela não bloquearia nenhum desses assuntos, desde que seja a vontade do povo.

Só pra terminar, sou totalmente contra pesquisas com células tronco embrionárias. Essas pesquisas podem ser feitas com células tronco do cordão umbilical ou da medula com a mesma eficiência. E sou contra o aborto. Não quer ter filho? Use camisinha ou anti-concepcionais. Ah, mas e se for estupro? Para casos de estupro já existe lei permitindo. Legalização do aborto só vai dar espaço para pessoas inconsequentes saírem transando com todo mundo achando que não terão consequências, e espalhando doenças sexualmente transmissíveis.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Meu caro Tiago, vejamos se comento alguns pontos.

Em primeiro lugar, notou como só você está certo? Eu e quem comentou aqui estamos todos errados! Este tipo de comportamento se assemelha ao de religiosos neopentecostais como a Marina, onde enxergam uma verdade divina e ponto. Lembre-se, o Estado é Laico.

Realmente, minha educação deve ser péssima! Não deveria ter lido tanta ciência política e sociologia durante minha vida, acho que vou comprar agora só a bíblia, porque é um conto da carochinha muito instrutivo!

Outro ponto, "evangélico", não gosto de usar o termo sem definir. (Neo)Pentecostal. Outros protestantes mais tradicionais costumam ter a mente mais aberta que esta corja de ladrões.

Você faz bem seu papel de não julgar, mas como eu não sou cristão, posso julgar livremente e uso este meu direito para julgar que o (neo)pentecostalismo é um câncer, uma quadrilha que rouba de pobres e ricos crédulos e em desespero e que todos os seus pastores deveriam ser presos.

E, engraçado você dizer que julgar a opção sexual (que não é opção, mas tudo bem) é algo não-cristão, então me diga porque a Marina é contra os benefícios para os casais homossexuais? Ah, não é julgamento, ela só está seguindo o que manda um livreto de 2 mil anos cujo ponto central é o canibalismo e que é constantemente (mal) interpretado de acordo com o gosto do cliente? Entendi!

E, eu sei que ela é contra tudo isto, típica posição fundamentalista de quem não entende que a opinião pessoal e merda é a mesma coisaquando falamos em Estado Laico. Meu problema não é ela ser contra, é ela querer impor a vontade dela. O Plínio é contra o aborto pessoalmente, mas apoia a descriminalização exatamente porque tem visão de Estado. Pegou a diferença?

E, como presidente ela ñ bloquearia, mas não incentivaria, logo, iria governar esquecendo estes grupos. Interessante. E, ela ia fechar os olhos para questões civis seríssimas, saúde pública e direitos humanos... Bom, começou bem

Eu acho que você é que não tem muita capacidade de litura, porque tudo isto que digo aqui é repetição do post e de outro anterior sobre o caráter (ou falta) desta Marina...

E, porque vc é contra pesquisa c célula tronco? Porque está na sua religião, aliás, nem isso, porque um padre disse. Bom, tenha sua opinião, mas a ciência não é pautada por padres, nem o Estado., Se você aparecer com uma explicação CIENTÍFICA, aí talvez sua opinião tenha relevância. Até lá, é irrelevante. Religião é coisa de foro íntimo, não interessa ao público.

Porque vocês cristãos - não todos, claro - tem tanta dificuldade em aceitar que suas opiniões religiosas são irrelevantes quando se trata do Estado e que vocês não tem o direito de dizer absolutamente NADA sobre questões do tipo?

E sua opinião sobre o aborto é típicamente fundamentalista, pesquise sobre o assunto, veja se isso aconteceu em qualquer país que legalizou. Não, não aconteceu.

Anônimo disse...

A questão em debate ta quase parecendo coisa pessoal.Homossexualismo,aborto,celula tronco realmente é um assunto polemico,agora tratar evangelicos como seguidores de um livro(livreto de 2 mil anos)como citado acima,quadrilha que rouba pobre,e cançer é coisa de quem não conhece oque esta escrito nesse livro.Quero lembrar que sodoma e gomorra foram destruidas por Deus por causa do pecado,e dentre eles o homossexualismo.A você que fala mal dos evangélicos vai um conselho aceite Jesus como salvador da sua alma,porque acreditando ou não um dia todos verão a Deus e só você é responsável pela sua alma,ou seja um dia tu vai morrer e so existe 2 caminhos depois da morte Céu ou inferno,e só pra lembrar pro céu não vai ninguem forçado,pro inferno vai.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Anônimo: Seus argumentos são o mesmo que nada. Bíblia. Não vale. Estado Laico, esqueceu?

Bitow disse...

Hahaha, e ainda me aparece um religioso trollando aqui.

Raphael, sério, eu queria enxergar a marina sendo todo esse mal que vc diz que ela é, mas não consigo. Defeito todos os políticos têm. O dela é governar pensando em religião. Ela se mostrou não-favorável a esses assuntos, mas não contra. Duvido que que aborto e pesquisa com células-tronco ganhe apoio popular aqui, mas no casamento homossexual eu acredito. Dentre os candidatos com possibilidade de vencer, ela é a que mais me atrai.

Por outro lado, o Plínio é QUASE tudo que desejo em um presidente. Mas o discurso dele é muito radical. Será que agora, que o país voltou a crescer, o que precisamos é uma ruptura tão abrupta?

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Religião na política é um Câncer. Ela é quem traz mais fortemente esse debate, daí o perigo. Ela é um perigo ao Estado Laico, apenas reforça a presença da religião onde não deveria.

E a questão não é ter apoio popular ou não para as propsotas e si que se tratam de questão de direitos civis e humanos, não interessa se há apoio e sim que devem ser implementadas. Se formos esperar apoio popular pra tudo que deve ser feito então vamos logo aprovar pena de morte e reduzir maioridade.

O Plínio não propõe uma ruptura e sim uma mudança mais radical, mais ampla. Reforma agrária e redistribuição, coisa que não foi feita.

TANIA disse...

Estou de acordo com quase todo a sua analise. A minha unica discordia e de pensares que o presidente dos USA nao e Bush. E sim, ele e o novo e transformado Barak O'Bush.
Eu vivo nos USA e eaqui estudei. O que os brasileiros recebem de informacoes a respeito da politica americana nao retrata nem uma 10a parte da verdade cotidiana USA. Sem contar a quase escuridao que os brasileiros vivem em relacao a politica americana. Mal sabem eles que esta religiao preconceituosa e apoiada por eles no Brasil e no mundo.
Nao sabem que Barak O'Bush, ao invez de dar termino as atrocidades de Bush vem incrementando las ainda com mais intensidade e com mais segredos. Tao pouco sabem os brasileiros que Barak O'bush tem sim a pele negra mais um coracao de brancos, como os preconceituosos no Brasil costumam dizer.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Tania: Não sei nos EUA, mas para o mundo existem diferenças entre Bush e Obama. Poucas, mas existem, e passam um pouco pelo discurso. MAs, na prática, não divergem muito.

TANIA disse...

venho afirmando que existe uma confusao enorme entre os que reagem negativamente a questao ambiental. Acho meio ridiculo nao aprofundar bem na ciencia e apoiar assim um desdeixo a natureza que por estarmos matando la nos matara de volta. E preciso cautela nesta confusao entre gestao, gerenciamento sensivel e rechaca total dos fatos que nao podem serem nagados. O presidente Lula e a futura presidente Dilma nao negam a existencia de risco a natureza, porem sabem que a sustentacao e as medidas mais fortes teriam de vir dos maiores poluidores do planeta, que se recusam. Devem saber tambem que dentro da farca capitalista suja se esconde esta classe media e os oportunistas. mais como se diz aki nos USA: Nao vamos jogar a agua da bacia fora com o nenem dentro. Aki nos USA os que que usam de sarcasmo e lutam para infectar a ciencia com desmentes da ciencia sao os mais ignorantes, toperas, primitivos, os quais, infelizmente tambem estao associados ao evangelismo fanatico, nao ao evangelismo saudavel e humanitario. Eles sao do time se Sarah Palin, que da entrevista fazendo questao de que no fundo haja uma cena de matarem um peru a sangue frio, mostrando o sangue para audiencia onde pode haver criancinhas. Mostra a mulher cacadora selvagem, e com muito orgulho de ser uma burra.

TANIA disse...

Raphael!
Kennedy tinha lindos discursos e ate um tantinho de boas intencoes com os americanos, porem sua politica era na realidade dura, sendo que as durezas eram feitas atravez de proxis. Levaria muito tempo p os detalhes. Jimmy Carter tambem conhecido por ser um grande humanista levou uma politica externa assassina a America Latina. Os demias, os declaradamente republicanos, que disto so tem o nome, so se diferenciam dos democratas, que tambem so no nome e: Os republicanos nao sentem nenhuma vergonha de seu fascismo, e ate tentam espalharem um certo orgulho. No final neste pais so existe mesmo sao: Extrema direita e direita lite disfarcada de progressista.
Eu li os dois livros de Barak Obama. Eu trabalhei duro na campanha dele e contribui em dinheiro o maximo que um individuo pode contribuir. nao posso te dizer que entrei cega, mais nao esparava que a decepcao fosse ser tao grande. Levaria muito tempo mesmo. Se quiseres me escrever direto posso dar mais detahles.
Para os que podem ler em ingles e que se interessam a respeito da influencia americana na religiao nos USA e no mundo, pelo amor a tudo leia: The Family, the Jeff Scharlet. Ali veras involvimento de Castelo Branco e outros politicos na mafia religiosa internacional. veras como Jesus Cristo e Hitler sao adorados de forma enferma e comparados de igual a igual. Alem disto veras a forca escura da religiao evangelica. Ate mesmo os reais evangelicos se chocaram quando leram. mais e aquele evangelismo que eles adoram enviar para o Brasil. A dona Marina Silva deve estar cheia de seus dinheiros, pois eles faram de longe qualquer um que venha a ter um minimo de influencia nas sociedades.
De volta a politica americana em geral e a Barak O'Bush em particular, pode crer que este senhor a um americano branco, no termo de que ele e a caisa mais distante de MArtin Luther King, e outros lideres negros que trabalham a ervico da paz e da integracao. Ele e mais racista ate do que muitos brancos aqui. Quando souberes se impressionaras.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Tania: Não discordo de você, mas a percepção que temos, aqui, das políticas de Bush e Obama é que, ao menos no que diz a política externa, tem diferenças. Senão notáveis, ao menos pontuais.

No fundo não divergem muito, costumo dizer, me perdoe o palavrão, que a diferença entre um republicano e um democrata é que o primeiro é ignorant,e texano, te fode e vc não gost,a já o segundo é cosmopolita, com belo sorriso, te fode também, mas você sorri de volta.

TJ ® disse...

Tsavkko,

admiro o modo como escreve, mas discordo e muito do que pensa.

Eu sou evangélico, nasci católico e já fui espírita. Antes disso tudo, conheci outras religiões. Reconheço que há muitas pessoas bitoladas, que aceitam comandos desses falsos heróis.

Como cristão, antes de tomar certas atitudes, penso no que Cristo faria se estivesse em meu lugar, e não no que o Silas Malafaia ou Edir Macedo me recomendariam.

Acho banal você considerar Marina como um atraso, mas votar em Dilma. É pior do que incoerência.

O PT é o partido mais poderoso deste país e o partido mais sujo, depois do PMDB. Um partido originalmente de esquerda, que na ambição de chegar ao poder vendeu sua ideologia. A esquerda mudou de direção para chegar ao topo.

Marina Silva saiu do PT a fim de defender melhor sua causa, sua bandeira. Fez com a mesma veemência com que lutou contra as bandeiras liberais do PV. Isto é inédito no país. Ela lutou contra o próprio partido em duas situações distintas.

Ainda no PV, um partido tachado como legenda de aluguel, ela quebrou o tabu, alegando neutralidade. Outro fato inédito.

Seria muito conveniente se ela apoiasse um ou outro, e ganhasse um cargo ali ou acolá. Mas não, ela foi coerente. Se lutava contra a bifurcação, não faria sentido ela escolher um dos lados.

Acho muito inteligente da parte dos candidatos defenderem causas liberais. Chega ser engraçado como isso acontece exatamente na época das eleições.

Os candidatos não estão preocupados com a causa LGBTTTs, e sim no retorno que trará esse pseudo-engajamento.

Eu não voto em partido, voto em candidato. Se votasse em partido, a Marina não teria meu voto. O PV para mim era apenas o partido da maconha...

Sinceramente: aborto, legalização da maconha, casamento gay não devem ser prioridade em governo nenhum. Os gays, por exemplo, que se preocupam tanto com essa necessidade, não saem às ruas com esse intuito. Na verdade, eles saem às ruas e organizam um carnaval chamado de: "Parada Gay".

Cada um desses itens tem que ser "pauta" do Legislativo, e não pauta para engrossar a guerra civil, onde o poder pretendido é outro.

Tenho tanto ódio pelo PT, que acabo sendo tachado de tucano. Mas maior parte dos meus votos foram para o PSOL.

Quero o PSOL no Legislativo, e governos, mas na presidência é utopia. O socialismo é utopia, regresso. Infelizmente o capitalismo dominou tudo.

No PT, eu não voto nunca. Na Dilma, nem se ela fosse de outro partido, e concorresse a outro cargo. Meu Deus, ela é ridícula. Uma criação totalmente fake.

Hoje irão apurar as urnas. Os 9 estados do nordeste estarão com Dilma; os "zé marias" estarão com Dilma; metade dos marineiros estará com Dilma. Mas, na verdade, o falso-assistencialimo será o maior puxador de votos.

Quer tirar milhões da miséria [?] Dê bolsa-família, isto faz com que a renda aumente, fazendo do ex-miserável um novo pobre.

A Dilma chamou os paulistas de bestas. E o Lulinha que queria tornar a corrupção crime hediondo é o mesmo que posa no "santinho" ao lado de João Paulo Cunha. Fora o restante da corja presente no seu governo, provavelmente representada em algum ministério da Dilma.


O mesmo partido populista e povão é aquele que usa tecnologia de cinema na campanha; o mesmo que liga na casa de milhões de brasileiros pedindo voto; o mesmo que cria bugs em formato de estrela e sai por ai badernando.

E o Lula que sente dores pela Dilma sofrer "calúnias", é aquele que estando exercício, sente-se acima da lei e usa sua popularidade para promover a sucesso.

Sinto vergonha pelos brasileiros que me fizeram escolher entre o careca apático e a peruca lesada.

Em 2014 sou Marina, se a Marina for a mesma até lá.

Desculpe-me pelos erros. Não posso corrigir, pois estou com problemas na tela do notebook.


Keep blogging.
Mais sucesso.
TJ do loucosporvirtude | @loucos_virtude

Postar um comentário