segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Plínio e o Boicote Midiático [Update]

Pin It
Eu já havia comentado antes sobre o claro boicote midiático que sofre Plínio de Arruda Sampaio, mas agora a coisa ficou mais clara do que nunca. Não se trata mais de mero "achismo", de mera análise de dados. É claro.

O que eu disse antes:

De fato, nas pesquisas, Plínio aparece com menos de 1%. Isto quando aparece. Até o momento boa parte das pesquisas são feitas com apenas o nome dos três primeiros colocados. Os demais são relegados ao ostracismo.


Na maioria das pesquisas os "nanicos" nem aparecem, ou sua votação oscila de forma incongruente. A campanha ainda não começou. A mídia tem bombardeado o público com a idéia de que só existem 3 candidatos. Como o povo saberá quem são os demais?

Neste cenário, até mesmo o Rui Costa Pimenta pode aparecer como quarta força, basta que a pesquisa seja feita na esquina da sede do PCO!

Pelo peso do PSOL, pela história do Plínio e pela militância, fica claro que, começando a campanha, os números começarão a ter alguma relevância e sua candidatura crescerá. Por enquanto é má fé acreditar que piadas prontas como Eymael ou desconhecidos como Ciro Moura tenham qualquer votação relevante e, especialmente, maior que a do Plínio.

Vejam, por exemplo, a disparidade das pesquisas Datafolha (20-21 maio) e Ibope (31-03 mai//jun) em que quem antes tinha 1%, como Eymael e Zé Maria, passam a não ter nada. E Ciro Moura (Quem?) de nada passa a 1%. Os números não são, nem de longe, confiáveis.

A pesquisa CNI-IBOPE mais recente dá votos até para Oscar Silva - de quem jamais ouvi falar - e zero para Plínio?

Analisando as pesquisas, começo a suspeitar que há, na verdade, uma tentativa deliberada de esconder o Plínio das pesquisas e forçá-lo a parecer um candidato insignificante quando, na verdade, é o único com capacidade de despolarizar o debate.
A razão de tal exclusão é óbvia: Plínio possui um discurso que incomoda. Um discurso Socialista. E, quando fala, quando aparece, consegue apoio, simpatia ou, ao menos, inspira respeito. No debate da Band foi o vencedor, deu seu recado. Deixou no chinelo os demais candidatos, chamou Serra de "Hipocondríaco" e Marina de "EcoCapitalista", além de ter confrontado a Dilma. Apareceu e venceu.

E isto assusta a Mídia. O discurso de Serra e de Marina é conveniente, o de Dilma está mais ou menos domesticado, segue a linha do Lula e, mesmo a mídia odiando - por ser o mais progressista dos três -, tem o apoio do PMDB e não há como ser escondida (e nem deveria, claro).

Mas oque me faz, agora, afirmar que não existe mais dúvida da manipulação?

O instituto de pesquisas Vox Populi está realizando neste fim de semana uma nova pesquisa eleitoral. No questionário, a pergunta 28 refere-se ao desempenho dos candidatos no debate realizado pela TV Bandeirantes no último dia 5 de agosto. O nome de Plínio, no entanto, não é citado.

 A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 22955/2010 e a pesquisa foi encomendada pela Rádio e Televisão Bandeirantes LTDA (Grupo Bandeirantes) e pela Internet Group do Brasil S.A (o portal IG). O registro, de acordo com o portal do TSE, data de 7 de agosto deste ano.

A questão de número 28 é a seguinte: "PELO QUE VOCÊ ASSISTIU, NA SUA OPINIÃO, QUAL CANDIDATO SE SAIU MELHOR NO DEBATE:" As opções oferecidas ao entrevistado são:

1 - Dilma (PT)
2 - José Serra (PSDB)
3 - Marina Silva (PV)
4 – NS/Não tem opinião sobre isto
5 – NR
Outras questões do questionário também omitem o nome de Plínio. São cinco questionários - 22.948/2010 (Bahia), 22.951/2010 (Rio Grande do Norte), 22.953/2010 (Minas Gerais), 22.954/2010 (Pernambuco), 22.955/2010 (Rio Grande do Sul) e 22.956/2010 (Nacional) - aplicados deste domingo até o próximo dia 10 de agosto.

A coordenação da campanha Plínio 50 questionará judicialmente a divulgação do resultado da pesquisa, tendo em vista que os entrevistados foram induzidos a não responder que o melhor candidato no debate poderia ter sido Plínio Arruda Sampaio - como foi destacado por diversos órgãos de mídia desde a madrugada do debate. Enquetes realizadas por veículos de comunicação como a "Folha de S. Paulo" e o "O Estado de S. Paulo" também realizaram enquetes sobre o desempenho dos candidatos presentes a debate e todos fizeram constar o nome de Plínio, obviamente. Na enquete promovida pelo blog "Radar Político", do OESP, Plínio foi o melhor na avaliação de 42% dos entrevistados.
A situação se torna ainda mais clara quando um blogueiro do próprio PIG, o Noblat, denuncia o fato.

O Noblat ainda foi mais fundo e questionou o diretor-presidente do Vox Populi que deu a resposta-cômica padrão. Plínio tem pequena intenção de votos.
Procurado pelo blog, o diretor-presidente do Vox Populi, João Francisco Meira, disse que o fato de Plínio não aparecer nas pesquisas acima da margem de erro das intenções de votos foi decisivo para retirá-lo do questionário.
“Estou preocupado com aquilo que politicamente é importante. O Plínio não está no questionário porque colocamos os três candidatos mais relevantes. O Plínio não é relevante do ponto de vista eleitoral. Não é perseguição nenhuma, mas eleitoralmente ele não é relevante”, ressaltou Meira.
Excluir Plínio do debate em que claramente venceu, porque é escondido pela mídia das pesquisas e artificialmente colocado abaixo do 1% de votos, é justificativa para, outra vez, excluir o único candidato que aberta e francamente peita o PIG, o Latifúndio e as Oligarquias.

Aliás, o Jornal Nacional entrevistará os candidatos, que dizer, Dilma, Serra e Marina.

Temem que o Plínio diga algumas verdades sobre a Globo ao vivo?

Algumas reações interessantes:
------------------------
E, continuando o total desrespeito à democracia, Plínio foi também excluído do debate promovido pela Folha e pelo UOL, em pleno TUCA, o Teatro da PUC São Paulo, um marco da democracia.

Apenas três candidatos, dos vários. Os únicos que tem acesso à mídia.

No Jornal Nacional Plínio foi tratado como candidato de segunda categoria. Os outros nem isto. No debate da Folha/Uol, todos foram excluídos.

Esta é a democracia da mídia. Mais doloroso? Os partidos presentes aceitaram esta piada. Política virou "vamos ganhar", não existe mais a democracia, a ética.
------
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

Doo disse...

Uma democracia séria apresentaria uma imetria de imagem midiatica a TODOS os candidatos, mesmo que o projeto de governo federal fosse um aerotrem... Mas fica claro que mossa midia é tendenciosa ao bipartidarismo não representativo, como em outro país que ja conhecemos. Só espero que as consequencias da alternancia de poder não sejam entre guerra e paz também por aqui...

Raphael Tsavkko Garcia disse...

A tendência no bipartidarismo é que as diferenças entre os partidos seja cosmétic,a ou centrada em questões de ordem pessoal. Na Espanha o que diferencia PSOE de PP é aborto, relação com igreja... Mas a economia é a mesma, a criminalização dos nacionalistas é a mesma, a política externa é a mesma...

O Brasil caminha pra isso?

Bitow disse...

Se eu entendi, eles excluíram o Plínio da pesquisa por apresentar intenções de voto abaixo da margem de erro, mas como vão saber se ele ainda está se não pesquisarem? É piada, né?

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Bitow: É bem por aí, pra você ver o tamanho da sacanagem.

Proença disse...

Bipartidarismo entre dois partidos de esquerda é sacanagem! Esta história de um pretenso centralismo democrático é coisa de canalhas que tem ódio da democracia.

Quanto ao Plínio, falar o quê? Não tem o voto nem do porteiro do prédio dele. Idéias gagas.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Proença, prezado(a) fake: O dia em que o PSDB for de Esquerda - assim como o Serra - o Maluf virará honesto e o Tuma deixará de ser um torturador.

Postar um comentário