quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Marcha Contra a Corrupção - De inocentes úteis a golpistas

Pin It
------
Propaganda
-------
Chega a ser irônico - para não dizer hipócrita - que membros, militantes e simpatizantes do partido no poder critiquem irrestritamente uma manifestação por esta ter sido organizada por e ter caráter de "classe média", quando sua presidente anuncia para quem quiser ouvir - e é aplaudida por estes mesmos militantes, simpatizantes e etc - que seu objetivo é construir um país de... classe média!

Que seu objetivo é trazer todos para a classe média (todos os abaixo, claro, no lucro dos ricos não haverá mudança, só pra cima).

Mais recente fonte de ódio da militância petista/governista é a Marcha Contra a Corrupção que possui reivindicações legítimas, mas que se perde no foco, pregando o "contra tudo e todos", além de ter sido claramente infiltrada por DEM e PSDB.

A Marcha não nasceu, porém, para atacar o governo petista, e sim para atacar um congresso efetivamente viciado, corrupto em sua maioria, que lava as mãos para o roubo de seus pares (vide a absolvição já esperada de Jaqueline Roriz, apenas mais uma ladra a se safar), mas que não é exclusivo deste ou de outro partido, mas generalizado. Mas, mesmo assim, a Marcha pecou pelo excesso de generalização, que demonstra e promove a mais absoluta e completa despolitização.

Marchas devem ter objetivos claros, reivindicações, e estas devem ir além do mero "eu odeio tudo e todos", mas apresentar propostas e saber seus limites.

Se por um lado é verdade que a Marcha foi desvirtuada com a presença de expoentes da corrupção de direita, por outro o evento foi repudiado pelos governistas muito antes, pois não se pode criticar a corrupção do governo, mesmo que eles tenham passado todo o governo FHC denunciando a corrupção do PSDB. Só é "moralismo" para os outros.
Deixo claro desde já que não apoiei a Marcha Contra a Corrupção, e acho que o apoio que setores do PSOL deram é equivocado, mas não pelas razões dos governistas, e sim por coerência.

O governo deve ser criticado e cobrado, mas com argumentos sólidos, e não pela direita parlamentar e midiática, mas pelos militantes, pelos movimentos sociais e pela esquerda. Critica e auto-crítica.

O que me parece ridículo, porém, são as comparações feitas deste movimento com o Cansei (viraram o Neo Cansei) sem levar em conta os objetivos iniciais e quem inicialmente apoiava - classe média, sim, mas não necessariamente aliados com a direita, mas apenas insatisfeitos. Se a idéia é comparar apoios, então os governistas tem um problema, porque aparecer ao lado de político do PSDB não é pior do que aparecer ao lado de Collor, Sarney ou Maluf.


Se aliar com Katia Abreu e Kassab não é melhor que se aliar com Álvaro Dias ou José Serra. Ambas "alianças" são igualmente deploráveis, mas mais ainda quando a aliança e promovida e, pior, comemorada, por um partido que se diz de esquerda.

Sim, devemos ter um padrão de conduta geral, mas é inegável que devemos exigir padrões mais altos para nós e para nossos aliados, especialmente quando nos reivindicamos de esquerda.

Da Frô:
Cansei de procurar nas imagens damanifestação de hoje ‘contra a corrupção’ um não ariano, não encontrei nenhum.
Minha grande curiosidade é se esses manifestantes têm ao menos a mesma dúvida que tenho: quem são os mega empresários sonegadores? São bandidos ou são vítimas como a imprensa os trata? Porque eu não vejo o menor sentido num movimento que só enxerga o corrupto e ignora a existência do corruptor. Por que será? Outra curiosidade, casos de corrupção só existem no governo federal? Por que não vejo uma única manifestação da massa cheirosa contra os escândalos do caso Alstom, contra os escândalos da privatização e o esquema de espionagem tucano, contra o ‘aparelhamento’ do estado de São Paulo, contra a venda do patrimônio público da cidade de São Paulo ?

Como li no Twitter, se um protesto ocorrer em Santa Catarina, onde dificilmente veremos muitos negros, o protesto é ilegítimo desde o princípio? Devemos tomar cuidado com certas afirmações.

O protesto em tela é eminentemente da classe média, mas ela não pode protestar? Ou só podem protestar a favor do governo ou contra o PSDB (lembro da Marcha da Gente Diferenciada, em que não faltava classe média, mas aí o protesto era contra o PSDB, então está ok?). Concordo com as razões gerais colocadas pela Frô, de fato são minhas críticas e que mancham a legitimidade do protesto: Contra tudo e todos e sem tocar nos reais corruptores.

Mas a mania de perseguição dos petistas, que acaba por se infiltrar mesmo na militância crítica, sempre surge. Critica-se o protesto por ser contra a corrupção, sem citar nomes, mas em geral, contra a política e os políticos brasileiros, mas assume-se que é contra o PT e o governo. E só.

Alguns reclamaram do caráter "partidário" do protesto, mas eu me pergunto: E se ao invés de um cartaz contra Dilma houvesse um cartaz contra o Serra? Aí estava ok, porque Dilma é honesta e o Serra não? Em Brasília, protestar contra a Jaqueline Roriz é legal, mas contra Dilma não pode?

Essa mania de perseguição vem chegando a extremos do absurdo e tornando impossível qualquer tentativa de diálogo.
O tuíte acima é hilário, e um exemplo de fanatismo inconsequente.

A Camargo Corrêa, que financiou parte da eleição de Dilma, investindo pelo menos 13 milhões de reais e que, até 2009, já tinha recebido quase 130 milhões de Lula através do PAC, de repente virou uma empresa corruptora, inimiga do governo!

Aliás, a "argmentação" petista para deslegitimar as ONGs que tocam nos interesses do PT é ridícula e vergonhosa. Quer dizer que uma ONG receber dinheiro da Camargo Corrêa não pode, mas o PT pode?

A Marcha, mesmo infiltrada e deslegitimada poderia servir ao menos para uma discussão mais ampla sobre a corrupção no país, que existe desde sempre e não é patrimônio do PT ou do PSDB, mas a militância governista prefere fingir que tudo é bom, tudo é normal (em seu governo) e apenas apontar os defeitos da oposição e acusar a tudo e a todos de neo-udenismo, de neo-Cansei...

Mas seu lado é puro, casto e roubar todo mundo rouba.

----
A coisa tá tão tosca que tem blogueiro comparando as Marchas Contra a Corrupção com a Marcha da Família com Deus Pela Liberdade! Sério, dá medo de tamanha cegueira e fanatismo. Para mascarar a corrupção endêmica no país - que é da direita e da esquerda, do governo e da oposição - chegam a este ponto lamentável.

Não sei o que é pior, se o fanatismo descarado ou o desesrespeito completo contra nossa história e contra quem efetivamente sofreu com a Ditadura e que acabou virando um joguinho na mão de quem precisa se desdobrar para justificar ações injustificaveis, como a corrupção, de quem quer que seja e inventar um golpe para calar dissidências e desacordos - especialmente da esquerda.

----
Recomendo o post Algumas palavras sobre a ingênua e necessária Marcha contra a Corrupção da  @Amanditas1904 que traz uma visão interessante sobre a Marcha em Brasília.
------