List
Petistas e turma do PseudoB tentam sequestrar manifestação. Foto via Democratize

O PT resolveu passar do malufismo à aberta criminalidade. No dia seguinte à pixação da sede do PSOL no Rio Grande do Sul, ativistas (homens e mulheres) do PT e do PSeudoB agrediram mulheres do PSTU, PSOL e outros movimentos durante ato pelo Dia Internacional de Luta das Mulheres (8 de março).

O primeiro meio a divulgar os fatos foi o excelente Democratize:

Segundo informações da nossa colaboradora Carol Nogueira, que inclusive participou das diversas reuniões que foram feitas para elaborar o ato de hoje, militantes feministas que participaram da organização acusaram os movimentos pró-governo federal de intervir na mobilização, querendo “sequestrar o ato”.
Tais movimentos seriam a UJS e a CUT, além de organizações feministas ligadas ao Partido dos Trabalhadores. A intenção desses grupos teria sido pautar a manifestação desta noite em São Paulo como uma espécie de “Mulheres por Lula”, ou “Mulheres contra o Golpe” – ou seja, contrariando a decisão já estabelecida nas reuniões de organização do ato.
Petistas e PseudoBistas atacam feministas. Foto via Democratize

E continuaram:

Após a ativista Silvia Ferrano criticar no carro de som a postura do governo federal diante das pautas feministas no Brasil, a situação saiu do controle.
Militantes pró-governo, incluindo até mesmo homens, cercaram a saída do carro de som, e tentaram agredi-la junto com outras companheiras. Houve confusão e ameaças, que acabaram desencadeando na divisão da manifestação deste dia 8 de Março em duas frentes.
O Movimento Pró Corrupção escreveu no Facebook:

Militantes feministas que participaram de toda organização acusaram os movimentos pró-governo federal de intervir na mobilização, querendo “sequestrar o ato”.
Tais movimentos seriam a UJS e a CUT, além de organizações feministas ligadas ao Partido dos Trabalhadores. A intenção desses grupos teria sido pautar a manifestação desta noite em São Paulo como uma espécie de “Mulheres por Lula”, ou “Mulheres contra o Golpe” – ou seja, contrariando a decisão já estabelecida nas reuniões de organização do ato.

O perfil Fora Eduardo Cunha, também no Facebook, não deixou espaço para dúvidas:

O que aconteceu no Ato das Mulheres em São Paulo é um completo absurdo. Militantes – homens e mulheres – do PT e do PCdoB agrediram fisicamente mulheres do PSOL e do PSTU, que não queriam participar de uma manifestação em defesa do Governo Dilma e do Lula.
Esse tipo de atitude é inaceitável.

O perfil ainda denunciou que ativistas do PT e do PCdoB estariam defendendo as agressões nas redes sociais:

Infelizmente, as agressões no Ato das Mulheres em São Paulo estão sendo apoiadas por muitos apoiadores do PT e do PCdoB.

Em uma das intervenções, pelo Facebook, uma militante do PT defendeu que todos que não apoiarem Dilma devem ser agredidos fisicamente:

Sem medo de ser criminosa! A “ativista” é militante do PCO, partido alugado pelo PT.

Silvia Ferraro, do PSTU e MML, denunciou as agressões:

|São Paulo| O ato do 8 de março – Dia Internacional da Mulher – foi marcado por uma tentativa de golpe.Não por acaso,…

Publicado por CSP – Conlutas em Terça, 8 de março de 2016

A situação poderia ser resumida como “‘Feministas’ petistas e do PSeudoB AGREDIRAM ativistas feministas de esquerda na Avenida Paulista por estas criticarem Dilma e se recusarem a ter marcha sequestrada pelo governismo.”

Foto via Aldo Sauda

O professor Valério Arcary, liderança do PSTU, se manifestou:

Nada pode explicar ou justificar o que aconteceu neste 8 de março na Paulista. Militantes que apoiam o governo Dilma tentaram impedir Silvia Ferraro do MML (Movimento Mulheres em Luta) de fazer um discurso com críticas às políticas do governo Dilma que atingem as mulheres. Não satisfeitos com esta barbaridade, depois tentaram espancar Silvia Ferraro quando ela desceu do caminhão de som além de outras ativistas vinculadas aos partidos da oposição de esquerda ( PSTU, PSOL, PCB) que se uniram para defendê-la.
Não fosse tudo isso o bastante sequestraram o Ato unificado do 8 de março, o que é imperdoável.
Estes métodos são monstruosos, desprezíveis, abjetos.
São uma aberração burocrática.
São intoleráveis.
O monolítismo e o aparelhismo são uma perversão.
O perigo de uma confrontação física esteve realmente presente.
Claro que este episódio grotesco tem relação com a crise política.
A prisão de Lula no passado 4 de março, mascarada de legitimidade jurídica sob o pretexto de “proteger” a sua segurança, foi uma ação autoritária. Merece se repudiada por todos aqueles que valorizam as liberdades democráticas.
Além de indefensável, juridicamente, foi uma provocação política que apresentou Lula sendo preso pela Polícia Federal dez dias antes da manifestação que está convocada para o próximo domingo.
Disso não decorre que Lula seja inocente.
Ao contrário, as informações disponíveis sugerem, fortemente, que Lula tinha relações obscuras com as empreiteiras e merece ser investigado.
Posso compreender que alguns militantes do PT e do PCdB estejam exaltados com a iminência de um possível impeachment de Dilma.
Eu preferiria que a situação fosse outra, e o governo Dilma estivesse ameaçado por uma greve geral contra a reforma da Previdência que pretende introduzir a idade mínima.
Mas não é assim.
Estou entre aqueles que consideram que este Congresso não tem autoridade para derrubar o governo, e muito menos para empossar Michel Temer.
Mas os métodos brutais são mais uma demonstração da decadência e do desespero das direções do PT e do PCdB.
Lamentável.
Quem merece solidariedade é Silvia Ferraro.

SÃO PAULO (SP) | #8deMarço Companheiras foram ameaçadas de agressão por governistas. Leia o depoimento de Silvia…

Publicado por PSTU Nacional em Terça, 8 de março de 2016

Apenas lembrando as realizações do PT e de Dilma para as mulheres:

2012: Dilma manda ministra Menicucci calar a boca e garante que com ela não haverá legalização do aborto
2012: Ministro Gilberto Carvalho pede perdão à bancada evangélica por declarações sobre aborto 
2013: Padilha veta campanha voltada a prostitutas
2014: Ministério da Saúde revoga portaria 415 que regulamenta a interrupção da gravidez nos termos da lei.

Como eu já cansei de dizer, a turma neoPTcostal só é militante do PT e de mais nada. Morreriam ou matariam as próprias mães se recebessem uma ordem do partido. Não existe feminista petista, LGBT petista, existe petista que se apropria de uma causa pra conseguir o poder e manter o poder.

Petismo cada dia mais é sinônimo de malufismo e fascismo.

No Rio o governo do PTMDB põe abaixo a casa da Maria da Penha, liderança comunitária na Vila Autódromo, que já teve seu nariz quebrado pela guarda municipal. Enquanto isso, preparam Pedro Paulo, conhecido por agredir mulheres, para as próximas eleições
Em Fortaleza a PM do PT reprime manifestação das mulheres
Em São Paulo petistas tentam fazer ato das mulheres virar ato pró governo e acabam agredindo militantes feministas que se colocaram cotra a cooptação

E nada do governo se colocar na defesa de pautas urgentes para as mulheres, como a defesa do direito ao aborto
Definitivamente, um 8 de Março cheio de golpes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Posts

1 2
janeiro 19th, 2017

Blog e Medium

Acesse o Medium para postagens mais recentes (ou clique diretamente nas matérias acima) Acesse o Blog do Tsavkko – The […]

setembro 1st, 2016

PT busca usar as ruas para salvar “legado” de Dilma

O PT jogou bem. Livraram Cunha e ainda contam com apoio da esquerda, até de racha do PSTU. Vão cozinhar […]

agosto 31st, 2016

Impeachment: 61×20 contra Dilma, mas PT faz manobra que pode acabar ajudando Cunha

61×20. Lavada. Como era esperado. Corruptos venceram e corruptos perderam. Os petistas farão de Dilma uma mártir e usarão a […]

julho 21st, 2016

A minha geração protestava nos copos do Starbucks

Talvez possamos ligar diretamente a chegada do PT ao poder e o fato do partido ter praticamente impossibilitado grandes lutas […]

julho 14th, 2016

Brasil, país onde partido que diz ter sofrido golpe vota nos partidos que defenderam golpe

Resumo da situação: -O PT puxou voto pra Marcelo Castro, do ~golpista~ PMDB pra derrotar o Cunha (do mesmo PMDB). […]

junho 26th, 2016

Ciudadanos-Ciutadans: A “nova” direita espanhola

Fundado em 2006 na Catalunha sob o nome de “Ciutadans de Catalunya”, uma plataforma cívica que logo deu origem ao […]

junho 24th, 2016

Alguns rápidos comentários sobre o #Brexit

O voto dos mais velhos e dos mais pobres/menos educados pesou fortemente na Inglaterra, assim como o voto identitário: Quanto […]

junho 23rd, 2016

Quando o PSOL largará o osso e fará oposição real ao PT?

Comenta um amigo: Assisti ao programa do PSOL ontem. Gostei muito. Mostrou bem o descalabro em que deixaram o país […]

abril 18th, 2016

Dilma perdeu na câmara para seus aliados e por suas próprias políticas

O PT se aliou e deu força aos conservadores e de quebra quando a esquerda tomou as ruas em 2013 […]

abril 17th, 2016

Posicionamento diante da possibilidade de impeachment de Dilma

Antes de mais nada, eu sou CONTRA o impeachment, mas admito que parte de mim sentirá prazer ao ver o […]