List
Resumo da situação:

-O PT puxou voto pra Marcelo Castro, do ~golpista~ PMDB pra derrotar o Cunha (do mesmo PMDB).

-O candidato de Cunha era Rogério Rosso (PSD, o partido que Dilma encomendou pro Kassab por influência do Mercadante pra desidratar o PMDB do… Cunha)

-O PSeudoB, no primeiro turno, lançou o Orlando Silva, o canalha que em 2013 defendia abertamente repressão. O PT por sua vez lançou Maria do Rosário, mas ela não teve apoio nem do Rui Falcão e retirou sua candidatura-farsa. Erundina concorria pela esquerda e com uma bancada de 6, fez 22 votos.

-Nas redes sociais petistas justificavam o voto no PMDB golpista, era pra combater o PMDB golpista. Não busquem lógica. E também já arrumavam desculpas pra apoiar o outro candidato com chances, o Rodrigo Maia do… DEM!

O Samuel Braun resumiu:

 OLHA O GOLPE!
– A favor da redução da maioridade penal.
– A favor de “tratar” doentes psiquiátricos em manicômios..
– Considera homossexualidade distúrbio (determinismo genético)
– Deputado do PMDB, minimiza relevância do SUS.

Estas são as credenciais políticas do candidato que o PT vai apoiar para presidência da Câmara.

 – O candidato petista, Castro, perdeu. O que ele fez? Passou a apoiar o candidato do Cunha. Pois é. Parece que o “ser PMDB” estava no sangue, no DNA.


A situação desde uma perspectiva neoPTcostal: “Vejam só, escolhemos o PMDB e fomos golpeados pelo PMDB. O que faremos? Votaremos no PMDB para nos vingar do golpe do PMDB!”


– Segundo turno entre Rosso (pró-Cunha e Temer) versus Rodrigo Maia (aparentemente só pró-Temer, aparentemente, vejam bem). O Bruno Maia comentou:

O episódio lembra muito a contrarreforma política de Eduardo Cunha, quando a “ex-querda” que morre de medo da ascensão do PSOL, votou com sorriso no rosto medidas cirúrgicas contra nós, como nos retirar dos debates e dificultar nosso acesso aos parlamentos.

-O PSeudoB fecha com o DEM (o que não surpreende, quem conhece as táticas, fraudes e intimidações da juventude do PseudoB, a UJS, sabe que são capazes de vender a própria mãe por um espaço no poder), o PT tenta driblar a má sorte e libera o voto – sabendo que seus deputados tenderiam ao DEM, mas não queriam que ficasse feio na fita. Too late.

– Vence o candidato do DEM (e do PseudoB, do PT, etc) e uma ala do congresso (a ala onde estavam vários deputados do PT, segundo a Cristiana Lobo) começa a gritar contra o Cunha.

– Novo dia e o que acontece? Declaração de Rodrigo Maia:


“O novo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não definiu prazo para a votação final do processo de cassação do ex-presidente das Casa deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Perguntado sobre o caso, Maia elogiou a gestão de Cunha, disse que ajudou a elegê-lo e ponderou que o desfecho do processo deve ocorrer “dentro das regras da Casa” e quando houver “quórum adequado”.” 

Como disse o Pedro Munhoz:

-Rodrigo Maia, na bancada do Arena, já foi um dos mais próximos de Eduardo Cunha. Andam um pouco afastados, nada que dois dedos de prosa não resolvam.
-A antiga oposição (DEM-PSDB) se fortalece. O Democratas, que era um cadáver insepulto, volta à evidência e o faz agradecendo pela confiança de Afonso Florence e Orlando Silva. Temer poderia mandar um beijo para ambos também.
-Afinal, ganhou a velha direita, a direita de berço, a direita que usa abotoaduras, que arranha um francês, escuta Schubert e que comete crime contra o sistema financeiro. Para Michel Miguel, é mais vantajoso ter com eles do que com os arrivistas do baixo clero, deselegantes, pidões, adeptos da extorsão descarada, da criminalidade mais ostensiva, menos sutil.

-E o PT? Segue gritando que foi pelo mal menor. O PT ajudou a fortalecer o DEM, a direita mais fisiológica do congresso, o mesmo partido que Lula disse há algum tempo que queria extirpar.

Pois eu digo, quem tem que ser extirpado, pelo bem da esquerda, é o PT. Partido corrupto, fisiológico, traidor e que impõe uma narrativa fracassada de “golpe” quando, no fim, apoia e se alia aos mesmos golpistas de sempre. Golpe é o PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Posts

1 2
janeiro 19th, 2017

Blog e Medium

Acesse o Medium para postagens mais recentes (ou clique diretamente nas matérias acima) Acesse o Blog do Tsavkko – The […]

setembro 1st, 2016

PT busca usar as ruas para salvar “legado” de Dilma

O PT jogou bem. Livraram Cunha e ainda contam com apoio da esquerda, até de racha do PSTU. Vão cozinhar […]

agosto 31st, 2016

Impeachment: 61×20 contra Dilma, mas PT faz manobra que pode acabar ajudando Cunha

61×20. Lavada. Como era esperado. Corruptos venceram e corruptos perderam. Os petistas farão de Dilma uma mártir e usarão a […]

julho 21st, 2016

A minha geração protestava nos copos do Starbucks

Talvez possamos ligar diretamente a chegada do PT ao poder e o fato do partido ter praticamente impossibilitado grandes lutas […]

julho 14th, 2016

Brasil, país onde partido que diz ter sofrido golpe vota nos partidos que defenderam golpe

Resumo da situação: -O PT puxou voto pra Marcelo Castro, do ~golpista~ PMDB pra derrotar o Cunha (do mesmo PMDB). […]

junho 26th, 2016

Ciudadanos-Ciutadans: A “nova” direita espanhola

Fundado em 2006 na Catalunha sob o nome de “Ciutadans de Catalunya”, uma plataforma cívica que logo deu origem ao […]

junho 24th, 2016

Alguns rápidos comentários sobre o #Brexit

O voto dos mais velhos e dos mais pobres/menos educados pesou fortemente na Inglaterra, assim como o voto identitário: Quanto […]

junho 23rd, 2016

Quando o PSOL largará o osso e fará oposição real ao PT?

Comenta um amigo: Assisti ao programa do PSOL ontem. Gostei muito. Mostrou bem o descalabro em que deixaram o país […]

abril 18th, 2016

Dilma perdeu na câmara para seus aliados e por suas próprias políticas

O PT se aliou e deu força aos conservadores e de quebra quando a esquerda tomou as ruas em 2013 […]

abril 17th, 2016

Posicionamento diante da possibilidade de impeachment de Dilma

Antes de mais nada, eu sou CONTRA o impeachment, mas admito que parte de mim sentirá prazer ao ver o […]