List

Talvez possamos ligar diretamente a chegada do PT ao poder e o fato do partido ter praticamente impossibilitado grandes lutas que foram, então, substituídas por questões mais pontuais (daí em parte explicamos o fortalecimento assustador de SJW – Social Justice Warriors – nos últimos tempos também) ao fortalecimento de iniciativas simbólicas que eu considero eminentemente toscas e mesmo contraproducentes…

Este é só um exemplo: Terceirização de protesto que fica bonitinho em foto do Instagram e em textão de Facebook.

Enquanto em 2013 milhões foram às ruas e com as ocupações de escolas outros milhares pelo país se mobilizaram e tem se mobilizado de forma autônoma diante de partidos e suas limitações. Isto causava a inveja e ódio nestes mesmos partidos que em 2013 defenderam a repressão – caso do PT e do PSeudoB – e mesmo, num grau abaixo, levou às críticas do PSOL aos Black Blocs, por exemplo. Já nas ocupações, UNE e UBES tentaram se apropriar dos protestos, sem sucesso.

Aqueles remanescentes no campo governista (hoje criptogovernista, mesmo necrogovernista) e os que voltaram a aderir a este campo passaram a inventar formas extremamente simbólicas de protesto.

Simbólicas e burras, como fica claro na imagem que abre esta postagem.

Terceirização de protestos, protestos absolutamente simbólicos, protestos que visam apenas fotos em redes sociais, mas sem absolutamente nenhum objetivo, protestos que passam longe de pautar qualquer forma de mudança social, enfim, protestos apenas para dizer que estão protestando – mesmo que terceirizando. E vamos lembrar que este é o pessoal que achava um horror o panelaço como forma de protesto, mas não veem problema algum em expor trabalhadores ao ridículo.

Ocupar as ruas – sem estrutura partidária e pelega, claro – não é opção. Só o fazem pra ouvir Lula discursar e quando a CUT ou outra organização vendida contrata carro de som. Nem falo em mobilização de movimentos sociais e etc porque os que restaram alinhados ao governismo foram esvaziados ao ponto de sequer saberem mais quem são ou pra que servem. Tampouco posso falar em pressão parlamentar, já que o PT e o PSeudoB deixaram claro que preferem o próprio PMDB ou até o DEM à tomar atitudes reais em protesto contra o que enxergam como “golpe”.

O mais triste nem é a posição dessa militância francamente fracassada, derrotada e perdida, é a insistência de outras forças comumente de oposição a tudo isso que se submetem ao ridículo e ficam batendo palmas pra maluco dançar.

—–
Depois de escrever a postagem descobri que outro gênio do “protesto com o pau dos outros” resolveu ao invés de forçar um atendente a dizer “Fora Temer”, o forçou a gritar “Dilma Rousseff” e passar ridículo na frente de dezenas de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.