Tsavkko Garcia, Raphael
Publication year: 2016

Há muito tempo eu e outros ativistas e defensores dos direitos humanosalertamos para o perigo do crescimento dos chamados “Social Justice Warriors (SJW)” (Guerreiros da Justiça Social, em tradução livre), os fanáticos que se comportam como seita em “movimentos identitários” dizendo defender causas sociais, mas que se limitam a buscar holofotes e a espalhar ódio – ao mesmo tempo em que prejudicar diversas causas ao afastar aliados e transformar a todos em inimigos.

Estes movimentos são chamados por alguns de pós-modernos, por outros de “identitários”, ou mesmo de “justiceiros sociais” mas no fim são apenas “odiadores profissionais”. Nos EUA, existe um movimento muito forte, em especial nas universidades. Mas, no Brasil, este tipo de manifestação é um fenômeno recente que adota linguajar e maneirismos importados que, na maioria das vezes, simplesmente não se encaixam na realidade brasileira (na verdade não se encaixa em lugar/realidade alguma. Mas não importa). É preciso deixar claro que esses “ativistas” querem holofote e farão tudo para atacar o trabalho e a militância alheia e jamais buscam construir. Dialogar é impossível para e com este pessoal.

Full article at HuffPost Brasil’s website. Date of publication: 14/10/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.