Tsavkko Garcia, Raphael
Publication year: 2022

Elena*, 29, russa que vive há alguns anos na Bélgica, acordou na manhã de 24 de fevereiro com a mensagem de uma amiga no WhatsApp. “A guerra começou”, escrevera a colega de Moscou, que estava no banco sacando todo o dinheiro que tinha. Elena passou o resto do dia chorando, incapaz de acreditar que seu país havia realmente invadido a Ucrânia.

Poucos dias depois, Elena recebeu a amiga em seu apartamento — refugiada, embora fosse russa, sem quaisquer direitos na Europa, ao contrário dos refugiados ucranianos. Não se sabe o número exato, mas centenas, talvez milhares de russos têm deixado o país desde o início da guerra com medo de serem perseguidos ou por sentirem que não podem mais viver em seu país. Sentem-se sufocados..
Full article at Tab Uol’s website. Date of publication: 23/03/2022.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.