Raphael Tsavkko Garcia
Tsavkko Garcia, R. (2012). Euskadi Ta Askatasuna: a Percepção do Terrorismo, Legitimidade e Libertação Nacional. Intellector, 8(16), p 1-32 . Rio de Janeiro: CENEGRI.
Publication year: 2012

Resumo

O presente artigo busca analisar a história e o desenvolvimento ideológico do grupo basco ETA (Euskadi Ta Askatasuna) desde seus primórdios, nos anos 50, até os dias atuais, tendo como foco principal as mudanças ideológicas ocorridas ao longo dos anos 60-70 que desembocaram na adoção do ideal de Libertação Nacional e a adoção do Marxismo Revolucionário. A análise ainda percorrerá os diversos conceitos usados para definir o Terrorismo e buscará defini-lo como algo puramente político, empregado de acordo com a vontade de grupos ou Estados interessados e que muda ao longo do tempo e de acordo com seus interesses.

Palavras-chave

ETA, Nacionalismo, Terrorismo, Libertação Nacional.

Abstract

This paper aims to analyze the history and ideological development of the Basque group ETA (Euskadi Ta Askatasuna) since its foundation, in the 50s, until the present day, focusing mainly on the ideological changes that have occurred over the 60-70s that led to the adoption of the ideal of National Liberation and the adoption of the Revolutionary Marxism. The analysis will also cover the various concepts used to define Terrorism and seek to define it as purely political, employed according to the will of groups or concerned States and that changes over time and according to their interests.

Keywords

ETA, Nationalism, Terrorism, National Liberation.

Indexed

DOAJ, Qualis B3, Latindex, Library of Congress


Paper “Euskadi Ta Askatasuna: A Percepção do Terrorismo, Legitimidade e Libertação Nacional” originally presented at panel “O Conflito Basco à Luz dos Conceitos de Terrorismo” at VI Seminário de Ciência Política e Relações Internacionais da UFPE, in Recife, Brazil,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.